Liga dos Campeões - 2017/18

Com G. Jesus na reserva, City vence Napoli e garante vaga nas oitavas

Do UOL, em São Paulo

  • Carlo Hermann/AFP

O Manchester City mais uma vez mostrou sua força. Desta vez, o clube teve pela frente um novo duelo contra o Napoli. E, em pleno Estádio San Paolo, a equipe de Guardiola virou para cima do clube italiano por 4 a 2 e garantiu sua ida às oitavas de final da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira.

Os zagueiros Nicolás Otamendi e John Stones fizeram os dois primeiros gols e depois Sérgio Agüero colocou o seu nome na história ao garantir a vitória do time inglês e se tornar o maior artilheiro do clube. Raheem Sterling ainda fez o quarto gol da equipe. Lorenzo Insigne e Jorginho marcaram os gols da equipe anfitriã.

Com o resultado, o City manteve 100% de aproveitamento e garantiu classificação antecipada, mesmo faltando dois jogos no Grupo F, ao chegar aos 12 pontos. Já o Napoli ficou em situação complicada. O clube italiano permanece com três pontos e precisa bater Shakhtar Donetsk e Feyenoord para sonhar com vaga na próxima fase. Em casa, o time ucraniano venceu os visitantes por 3 a 1 e chegou a 9 pontos. Sem nenhum ponto marcado, os holandeses estão eliminados.

Muita movimentação

Precisando vencer em casa, o Napoli começou o primeiro tempo colocando bastante intensidade no campo do City e abriu o placar com os toques curtos treinados por Maurizio Sarri. Aos 21 minutos da primeira etapa, após uma jogada que começou pelo lado esquerdo, Insigne avançou e tocou para Mertens. De primeira, o belga deu uma excelente devolução ao camisa 24, que apareceu livre para ajeitar e bater na saída de Ederson.

Stefano Rellandini/Reuters

Pouco depois de levar o gol, o Manchester City se soltou mais na partida e igualou o marcador aos 34 minutos. Aposta de Guardiola para a partida, Gündogan cruzou de perna esquerda em direção à segunda trave. Otamendi se antecipou ao lateral Hysaj e cabeceou em direção ao chão, tirando as possibilidades de defesa de Reina.

O City, que ficou com 66% da posse de bola após sofrer o gol, voltou do intervalo atacando com grande intensidade e conseguiu a virada ainda do início da etapa final com um gol polêmico. Aos 2 minutos, Sané cruzou na área e Stones acertou um belo cabeceio. A bola bateu no travessão, caiu dentro do gol e depois saiu. Apesar das reclamações dos anfitriões, Felix Brych validou o tento de forma correta.

O árbitro alemão foi o responsável por acertar em outro lance polêmico. Precisando do resultado, os anfitriões foram para cima e tiveram um pênalti marcado a seu favor. Após sobra na área aos 15 minutos, Albiol passou a bola dentro da área e sofreu falta de Sané, que chegou atrasado. Um minuto depois, o brasileiro Jorginho deslocou Ederson e igualou o placar na cobrança.

Andrew Boyers/Reuters

Agüero faz história

Quando parecia que o Napoli iria virar a partida, os visitantes jogaram outro balde de água fria nos italianos. Pouco depois de Ederson fazer uma excelente defesa em chute de Callejón, Fernandinho aproveitou um erro de Hamsik após cobrança de escanteio para armar um contra-ataque de 4 contra 1. Sané avançou a partir do campo de defesa do City e na sobra, Aguero apareceu livre para avançar e bater no canto esquerdo de Pepe Reina.

Com o gol marcado, o atacante entrou em definitivo na história do City. O argentino passou o inglês Erik Brook (jogou no time entre 1927 e 1940) e se tornou o maior artilheiro do clube inglês com 178 gols marcados.

A nova vantagem fez com que o Napoli tentasse buscar o empate novamente, mas sem a mesma intensidade de antes, a equipe italiana acabou levando o quarto gol. Em novo contra-ataque, De Bruyne avançou pelo lado esquerdo e rolou para Sterling. O meia infiltrou e marcou o último gol.

Gabriel Jesus no banco

Se Agüero aproveitou para se imortalizar no clube, Gabriel Jesus ficou apenas na vontade. Guardiola optou por apostar no argentino no ataque dos citizens e deixou o brasileiro no banco de reservas. Mesmo optando por tirar o camisa 10 dois minutos após o terceiro gol, o técnico espanhol optou por colocar o português Bernardo Silva em seu lugar. O jogador entrou no jogo apenas aos 43 minutos da etapa final, na vaga de Sané, e pouco colaborou com o resultado.

 

FICHA TÉCNICA
NAPOLI 2 X 4 MANCHESTER CITY

Data e hora: 1º de novembro, quarta-feira, às 17h45 (de Brasília)
Local: Estádio San Paolo, em Nápoles (Itália)
Árbitro: Felix Brych (Alemanha)
Auxiliares: Mark Borsch (GER) e Stefan Lupp (ambos da Alemanha)
Gols: Insigne, aos 21 minutos do primeiro tempo e Jorginho, aos 16 minutos do segundo tempo (Napoli). Otamendi, aos 34 minutos do primeiro tempo, Stones, aos 2 minutos do segundo tempo, Agüero, aos 24 minutos do segundo tempo e Sterling aos 47 minutos do segundo tempo (Manchester City)

NAPOLI: Reina; Hysaj, Albiol, Koulibaly e Ghoulam (Maggio); Allan (Rog), Jorginho e Hamsik; Callejón, Mertens e Insigne
Técnico: Maurizio Sarri

MANCHESTER CITY: Ederson; Danilo, Stones, Otamendi e Delph; Fernadinho, Gündogan (Silva), Sterling, De Bruyne e Sané (Gabriel Jesus); Agüero (Bernardo Silva)
Técnico: Josep Guardiola

UOL Cursos Online

Todos os cursos