Com G. Jesus no banco, City vence e garante liderança na Liga dos Campeões

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Dave Thompson

    Sterling toca na saída de Jones e abre o placar para o City contra o Feyenoord

    Sterling toca na saída de Jones e abre o placar para o City contra o Feyenoord

Com o atacante brasileiro Gabriel Jesus no banco de reservas, indo a campo apenas no segundo tempo, o Manchester City venceu o Feyenoord por 1 a 0 nesta terça-feira, no Ettihad Stadium, pela quinta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

O gol foi anotado por Sterling, aos 43 minutos do segundo tempo, após tabelinha com Gundogan.

Invicto e classificado às oitavas de final do torneio continental, a equipe inglesa garantiu a liderança do Grupo F, com 15 pontos em cinco rodadas. A definição da outra vaga nos mata-matas será definida na última rodada, em 6 de dezembro.

Já o Feyenoord, lanterna com apenas um ponto conquistado, está eliminado da Champions.

Revezamento

AFP PHOTO / Oli SCARFF
Ao lado de David Silva, Gabriel Jesus iniciou a partida no banco de reservas

Com o City nas oitavas antecipadamente, Pep Guardiola optou por deixar alguns de seus titulares no banco, como David Silva e Gabriel Jesus. No caso do atacante brasileiro, foi também uma opção tática, pois o técnico acredita que ele e Aguero executam funções similares em campo. Gabriel entrou aos 18 minutos do segundo tempo, substituindo De Bruyne, e teve pouco brilho em campo. 

Susto e redenção

REUTERS/Phil Noble

Exaltado por Guardiola pela facilidade em jogar com os pés, o goleiro brasileiro Ederson quase foi vilão no Etihad Stadium. Aos 25 minutos do primeiro tempo, ele entregou a bola nos pés de Boetius após um domínio errado, se arriscou ao dar um carrinho no adversário, mas evitou o gol. Instantes depois, Ederson evitou que o Feyenoord abrisse o placar em lances de Larsson e Vilhena, também na etapa inicial. Na segunda etapa, salvou outra vez, em chute à queima-roupa de Berghuis. 

Adolescente estreia

AFP PHOTO / Oli SCARFF

Guardiola aproveitou a partida contra os holandeses para promover a estreia do meia inglês Phil Foden, de 17 anos, na Liga dos Campeões. Ele entrou aos 29 minutos do segundo tempo, no lugar de Yaya Toure. A torcida aplaudiu o adolescente de pé no Ettihad Stadium e vibrava a cada toque na bola, porém ele contribuiu pouco em campo. Outro jovem que debutou pelo City no torneio foi o meia Brahim Díaz, de 18 anos, colocado na vaga de Gundogan logo após o gol.

Resposta à italiana

AFP PHOTO / Andreas SOLARO
Insigne abre o placar para o Napoli diante do Shakhtar

Na outra partida do grupo, o Napoli venceu em casa o Shakhtar Donetsk por 3 a 0 e se manteve na briga pela segunda vaga do Grupo F nas oitavas de final da Liga dos Campeões. Com seis pontos em cinco rodadas, os italianos precisarão vencer o Feyenoord na Holanda e torcer por derrota dos ucranianos, que jogarão por um empate diante do City, em Carcóvia - o Shakhtar é o vice-líder, com nove pontos.

Preterido pelo técnico Giampiero Ventura na repescagem contra a Suécia, que deixou a Itália fora da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o atacante Insigne abriu o placar com um golaço de fora da área. Zielinski e Mertens fizeram os outros gols.

 

FICHA TÉCNICA

MANCHESTER CITY 1 X 0 FEYENOORD 
Data: 21 de novembro de 2017, terça-feira
Local: Etihad Stadium, em Manchester, na Inglaterra
Árbitro: Ivan Kruzliak (Eslováquia)
Auxiliares: Martin Balko e Tomas Somolani (ambos da Eslováquia)
Cartões amarelos: Mangala, De Bruyne (City)Vilhena, Jones (Feyenoord)
Gol: Sterling, aos 43 do segundo tempo
MANCHESTER CITY: Ederson, Walker, Otamendi, Mangala e Danilo; Yaya Toure (Foden), Gundogan, De Bruyne (Gabriel Jesus), Bernardo Silva e Sterling (Diaz); Aguero
Técnico: Pep Guardiola
FEYENOORD: Jones, Diks (Nieuwkoop), Tapia, Van Beek e Haps; Toornstra, Amrabat e Vilhena; Larsson, Berghuis (Basac?koglu) e Boetius (Jorgensen)
Técnico: Giovanni Von Bronckhorst

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos