Daniel Alves diz que PSG foi inexperiente e avisa: 'Não tem nada decidido'

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, de Madri (ESP)

A falta de um histórico vencedor na Liga dos Campeões, na opinião de Daniel Alves, pesou para que o Paris Saint-Germain sofresse a virada diante do Real Madrid, que venceu por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Santiago Bernabéu, pelo jogo de ida das oitavas de final do torneio europeu.

Para avançar, o PSG precisa triunfar em casa na partida de volta, dia 6 de março, por dois gols de diferença sem depender de penalidades. Tendo a torcida como aliada, o lateral-direito brasileiro acredita que e possível reverter o placar.

"A gente pecou pela inexperiência", decretou Alves na saída do estádio em Madri. "No momento em que relaxamos um pouco, eles nos golpearam, e isso desestabilizou um pouco a nossa equipe. No contexto geral, acredito que fizemos um grande jogo, apesar do resultado, mas temos de melhorar bastante coisa para passar dessa eliminatória. Sabemos que ficou um pouco mais difícil, mas tudo é possível, sobretudo com os jogadores do nível que a gente tem."

"Volto a insistir: quem coloca essa eliminatória como encerrada comete um grande erro. No nosso estádio, tenho certeza de que a gente vai melhorar", completou o lateral da seleção brasileira.

Daniel Alves também foi questionado sobre as alterações promovidas pelo técnico Unai Emery, que deixou o zagueiro Thiago Silva no banco de reservas e, no segundo tempo, o colocou como atacante pelo lado direito, na vaga de Cavani. Ele evitou analisar as opções, mas cobrou uma postura mais atenta do PSG em campo.

"Sempre que o treinador precisa, tento fazer o meu melhor, mas o jogo de hoje tem de servir de lição para a gente. É uma competição muito difícil de ganhar, tem de estar em nível muito alto para avançar de fase e buscar um objetivo maior", avisou.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos