CR7 faz golaço de bicicleta contra a Juventus, e Real fica próximo da semi

Do UOL, em São Paulo

O Real Madrid deixou Turim (ITA) praticamente classificado para a semifinal da Liga dos Campeões. Em uma partida em que foi letal, a equipe espanhola contou com uma noite mágica de Cristiano Ronaldo para vencer a Juventus por 3 a 0, nesta terça-feira (3).

O português deixou a partida com dois gols, um de bicicleta, e uma assistência. O golaço arrancou aplausos de alguns torcedores da Juventus presentes no Allianz Stadium. No banco de reservas, Zidane não conseguiu esconder o espanto.

O resultado deixa o Real Madrid em situação bastante tranquila. O clube espanhol pode perder por até dois gols de diferença que estará classificado. À Juventus cabe vencer por três gols de diferença, mas marcando ao menos quatro gols. Caso os italianos vençam por 3 a 0, a partida irá para a prorrogação.

O melhor: Cristiano Ronaldo

A reinvenção de Cristiano Ronaldo o transformou em um jogador menos participativo e mais letal. E foi isso que se viu na partida contra a Juventus. O português finalizou apenas quatro vezes, o suficiente para que balançasse as redes em duas oportunidades. Para completar, deu uma assistência para Marcelo fazer o terceiro da equipe espanhola.

O pior: Paulo Dybala

O argentino não conseguiu corresponder à expectativa de ser o principal jogador do ataque da Juventus. Inofensivo no ataque italiano, Dybala ganhou destaque pelos dois cartões recebidos, que complicaram sua equipe. No primeiro, foi punido após tentar cavar um pênalti. No segundo, deixou o pé em uma dividida com Carvajal e foi expulso. Com um a menos, a Juventus não conseguiu evitar o terceiro gol do Real.

Cristiano Ronaldo abre o placar em 2 minutos

Mesmo jogando fora de casa, o Real Madrid precisou de apenas dois minutos para calar o Allianz Stadium. Marcelo fez boa jogada diante de dois marcadores e achou Isco, livre, na esquerda. O espanhol cruzou para o meio da área e Cristiano Ronaldo se antecipou à marcação para balançar as redes.

O tento colocou Cristiano Ronaldo mais uma vez na história da Liga dos Campeões. O português é o primeiro jogador a marcar gols em 10 jogos consecutivos na competição.

Navas salva o Real Madrid

A Juventus não se abalou com o rápido gol do Real Madrid. O time italiano continuou na pressão e quase empatou a partida aos 22 minutos da primeira etapa. O goleiro Navas foi o responsável por manter o clube espanhol em vantagem.

Após cobrança de falta de Dybala, Higuaín desviou com o pé e Navas saltou para espalmar a bola para longe do gol espanhol.

Toni Kroos carimba a trave de Buffon

Esperando o momento certo para atacar a Juventus, o Real Madrid quase chegou ao segundo gol aos 35 minutos. Isco avançou pela esquerda, tocou para Benzema, que deixou para Toni Kroos. O alemão soltou a bomba de fora da área e carimbou o travessão de Buffon.

Juventus reclama de pênalti

Reprodução/TV Globo

A Juventus deixou o primeiro tempo reclamando da não marcação de um possível pênalti cometido por Casemiro. Aos 44 minutos, Chiellini cabeceou para trás e a bola bateu no braço esquerdo do brasileiro. As imagens da transmissão mostraram que o toque aconteceu fora da área. O árbitro Cüneyt Çakr nada marcou.

Durante a transmissão da "Globo", o comentarista de arbitragem Arnaldo Cezar Coelho afirmou que marcaria a falta, mas fora da área. "Nesse caso, a marcação seria de uma falta perigosa".

Cristiano Ronaldo arranca aplausos da torcida da Juventus

A Juventus controlou o início do segundo tempo, mas sofria para conseguir incomodar o gol de Navas. Diante da ineficiência italiana, coube à genialidade de Cristiano Ronaldo a missão de liquidar a partida para o Real Madrid.

Tudo começou aos 17 minutos, quando Chiellini errou o corte e tirou a bola da mão de Buffon. Na sequência, Cristiano recuperou a bola na lateral e tocou para Lucas Vázquez chutar para a grande defesa do goleiro italiano.

O lance seguiu com a bola nos pés de Carvajal. O espanhol cruzou para área e Cristiano Ronaldo apareceu para balançar as redes com uma linda bicicleta. Pego no contrapé, coube a Buffon apenas olhar a bola morrer no fundo das redes.

A genialidade do português arrancou até alguns aplausos da torcida da Juventus. No banco de reservas, o técnico Zidane não escondia o espanto com o que acabara de acontecer.

Dybala é expulso, e Marcelo liquida a Juventus

A Juventus ainda tentava assimilar o gol sofrido quando Dybala deixou a situação ainda pior. Aos 20 minutos, o argentino deixou o pé em uma dividida com o Carvajal e levou o segundo cartão amarelo, sendo expulso.

Com um a mais, o Real Madrid passou a fazer o que quis na partida. Aos 25, Marcelo tabelou com Cristiano Ronaldo, deu uma cavadinha para driblar Buffon e correu para marcar um golaço para os espanhóis.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUS 0 X 3 REAL MADRID


Data: 03/04/2018
Estádio: Allianz Stadium, em Turim (ITA)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Cüneyt Çakir (TUR)
Assistentes: Bahattin Duran e Tarik Ongun, ambos da Turquia
Gols: Cristiano Ronaldo (2'/1ºT e 18'/2ºT) e Marcelo (25'/2ºT)
Cartões amarelos: Bentancur, pela Juventus; Sergio Ramos e Kovacic, pelo Real Madrid
Cartão vermelho: Dybala, pela Juventus

JUVENTUS: Buffon; De Sciglio, Barzagli, Chiellini, Asamoah (Matuidi); Khedira (Cuadrado), Bentancur, Douglas Costa (Mandzukic), Dybala, Alex Sandro; Higuain. Técnico: Massimiliano Allegri

REAL MADRID: Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos, Marcelo; Casemiro, Modric (Kovacic), Kroos, Isco (Asensio); Benzema (Lucas Vázquez) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Zinedine Zidane

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos