Jesus sai abatido após derrota e diz: "Uma das minhas piores partidas"

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Liverpool (Inglaterra)

A derrota por 3 a 0 para o Liverpool abateu o Manchester City e, especialmente, Gabriel Jesus. O centroavante brasileiro, titular no duelo desta quarta-feira em Anfield, não escondeu a decepção com a própria atuação no primeiro jogo válido pelas quartas de final da Liga dos Campeões. O camisa 9 da seleção brasileira, assim como todo o time, sequer chutou a gol durante os 90 minutos.

Em entrevista concedida na zona mista, Jesus se apresentou cabisbaixo e classificou o jogo de hoje como uma "das piores partidas" com a camisa do Manchester City. O brasileiro substituiu nesta quarta-feira o argentino Sergio Aguero, vetado pelo departamento médico da equipe.

"Estava muito feliz até a hora do jogo pelo meu aniversário. Agora a felicidade está de lado, não tem como continuar feliz com um resultado desse e com uma partida dessa, falando pessoalmente. Foi uma das minhas piores partidas. Não consegui movimentar e nem finalizar. Não tem como estar feliz", desabafou Gabriel Jesus, que completou 21 anos na terça.

O atacante brasileiro destacou a atmosfera de Anfield como um fator importante para o desempenho intenso do Liverpool no primeiro tempo. A equipe da casa precisou de apenas 30 minutos para abrir o placar de 3 a 0, que complica a situação do Manchester City na briga por um lugar na semifinal da Liga dos Campeões.

"A gente sabe que jogar aqui é difícil. O clima é muito complicado, mas desde o começo do jogo sabíamos que viriam apertando com tudo. Infelizmente, hoje eles conseguiram fazer os gols, a gente não. Saímos tristes pelo jogo que a gente fez, complicado. Não vamos conseguir dormir por causa disso. Amanhã é virar a chavinha porque sábado tem decisão", acrescentou, sobre a chance de ser campeão da Premier League no fim de semana se vencer o arquirrival Manchester United, no Estádio Etihad.

O resultado desta quarta-feira obriga o City a golear o Liverpool para seguir na busca pelo inédito título da Liga dos Campeões. O 4 a 0 favorável é o placar mínimo necessário para Pep Guardiola e companhia avançarem de fase. O jogo da volta está marcado para terça-feira, 15h45 (de Brasília), no Eitihad Stadium, e Jesus mostrou-se minimamente confiante na reviravolta do confronto.

"Complicado enfrentar uma equipe qualificada, com jogadores bons, craques, no seu estádio, onde a torcida faz caldeirão, dá um apoio mais para eles. Infelizmente, perdemos; porém, terça que vem será no nosso campo. A torcida vai nos apoiar e ajudar, e nós dentro de campo temos que fazer por merecer", concluiu o camisa 33 do City.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos