Liga dos Campeões - 2017/18

Uefa abre investigação contra Liverpool após incidente antes de partida

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    Ônibus do Manchester City foi alvo de gestos e objetos no caminho a Anfield

    Ônibus do Manchester City foi alvo de gestos e objetos no caminho a Anfield

O Liverpool pode ser punido pela Uefa por conta dos incidentes desta quarta-feira antes do jogo contra o Manchester City pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pela própria entidade.

Na chegada ao estádio de Anfield, o ônibus do City foi alvo de objetos atirados pela torcida anfitriã. Dois policiais ficaram feridos, enquanto o veículo foi obrigado a alterar sua rota para chegar ao palco da partida. Em campo, o time da casa venceu por 3 a 0.

O caso será julgado em reunião do Comitê Disciplinar da Uefa no dia 31 de maio, após a confirmação da abertura de procedimento disciplinar. Segundo o artigo 16 do código de ética da entidade a respeito de segurança em partidas, o clube mandante é "responsável pela ordem e pela segurança tanto dentro quanto no entorno do estádio antes, durante e depois das partidas".

Em comunicado oficial a respeito dos incidentes, o Liverpool se desculpou com o Manchester City pela recepção hostil oferecida pela torcida. No texto, a equipe critica o comportamento de "torcedores isolados".

"O clube condena nos termos mais fortes as cenas que precederam nosso jogo pelas quartas de final da Liga dos Campeões, que resultaram em danos ao ônibus do Manchester City em sua chegada a Anfield. Pedimos desculpas públicas a Pep Guardiola, aos jogadores, à comissão técnica e aos dirigentes surpreendidos pelo incidente", afirma o texto.

"O comportamento de torcedores isolados foi completamente inaceitável, e o clube cooperará integralmente com as autoridades para identificar os responsáveis. A prioridade agora é estabelecer os fatos e oferecer ao Manchester City o suporte que for necessário", completa.

Assistente de Pep Guardiola no Manchester City, o espanhol Manuel Estiarte publicou em suas redes sociais um vídeo com a visão interna do ônibus. Cada lata ou garrafa que batia na lataria do veículo ecoava no interior do automóvel (veja abaixo).

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos