Jogo da eliminação do Barça pode ter sido o último de Iniesta na Champions

Do UOL, em São Paulo

A derrota por 3 a 0 para a Roma nesta terça-feira (10) pode ter marcado a última aparição de Andrés Iniesta na Liga dos Campeões da Europa. Entrevistado ao final do revés, o meio-campista do Barcelona lamentou muito a eliminação e não descartou ter sido esta a sua última partida no torneio europeu.

"É uma das possibilidades, sim, por isso dói mais", admite Iniesta. "Não esperávamos nada neste sentido, com a vantagem que tínhamos. Mas quando não se faz as coisas bem... Cometemos muitos erros, não nos atentamos ao tipo de partida que é a da Champions. Mesmo que pareça mentira, é assim", lamenta o craque.

O meia de 33 anos jogou praticamente o confronto inteiro, mas viu o Barcelona sofrer o terceiro e derradeiro gol justamente um minuto após ser substituído — ainda que o lance não tenha qualquer relação direta com sua ausência. Visivelmente abatido, Iniesta não escondeu a dor de cair nas quartas de final da Champions. "É difícil assumir esta eliminação porque tínhamos muita esperança nesta temporada, e nos escapou uma vez mais."

O ritmo do meio-campista há muito já não é o mesmo. Apesar da liderança em campo e fora dele, Iniesta tem perdido minutos e vem substituído na maioria absoluta das vezes em que começa jogando (só não aconteceu duas vezes 33 aparições como titular nesta temporada).

A declaração sobre a última partida na Liga dos Campeões tem relação com possível aposentadoria pelo contexto. Apesar das substituições, Iniesta ainda é fundamental para o meio-campo do Barcelona e atualmente é difícil imaginá-lo jogando apenas Campeonato Espanhol e copas nacionais — se o ideal é poupá-lo, imagina-se, que fosse para tê-lo justamente no torneio europeu. Paralelamente, o Barcelona já tem vaga na próxima edição, garantida via La Liga.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos