Polícia investiga ameaças à família do árbitro de Real x Juventus

Do UOL, em São Paulo

Os dias intranquilos de Michael Oliver passaram a ser também assustadores após a partida entre Real Madrid e Juventus na quarta-feira (11), pela Liga dos Campeões. A família do árbitro inglês tem recebido ataques nas redes sociais, principalmente sua companheira Lucy, e as mensagens estão sendo investigadas pela polícia britânica.

O número de telefone de Lucy Oliver foi publicado e compartilhado em redes sociais como medida para ameaçá-la, e o próprio perfil dela tem recebido mensagens de ódio. Além disso, pessoas têm deixado cartas de intimidação em frente à casa da família. Assim como o marido, Lucy também tem carreira na arbitragem e atua em partidas amadoras do futebol inglês.

A primeira medida das autoridades foi desativar o número de telefone. Agora a polícia traça linha de investigação para descobrir os autores das ameaças.

Toda a situação começou após o confronto entre Real Madrid e Juventus nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. A equipe italiana precisava reverter desvantagem de três gols dentro do Santiago Bernabéu e por algum momento conseguiu, mas um pênalti marcado por Michael Oliver nos acréscimos foi convertido por Cristiano Ronaldo, que garantiu o avanço do time espanhol.

A polêmica gira em torno do lance em si, no qual Benatia chega por trás de Lucas Vázquez e o derruba, e também da expulsão de Buffon. O goleiro reclamou sobre a marcação do pênalti e acabou vendo o cartão vermelho.

UOL Cursos Online

Todos os cursos