Liga dos Campeões - 2017/18

Marcelo lidera virada, e Real supera Bayern em primeira semi da Champions

Do UOL, em São Paulo

O Bayern de Munique pressionou bastante, mas não conseguiu superar a inteligência do Real Madrid nesta quarta-feira (25). Na Allianz Arena, a equipe visitante aproveitou descuidos do rivais para conseguir uma virada por 2 a 1, e sair em vantagem no jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões. Joshua Kimmich abriu o placar para os anfitriões, mas Marcelo e Marco Asensio garantiram a vitória para os espanhóis.

Com o resultado, o Real Madrid jogará a partida da volta com uma grande vantagem. A equipe de Zinedine Zidane irá para o jogo podendo se classificar até com uma derrota por 1 a 0 no Santiago Bernabéu. O vencedor do confronto pegará o classificado do duelo entre Liverpool e Roma. O time inglês venceu o primeiro jogo por 5 a 2.

Foi bem: Marcelo

O lateral não só fez o primeiro gol, como também entrou de vez para a história da Liga dos Campeões. O tento desta quarta-feira (25) fez com que Marcelo superasse Sergio Ramos e ao se tornar o defensor com o maior número de gols em mata-matas na história da competição, com sete gols ao todo.

Foi mal: Rafinha

John Macdougall/AFP

Rafinha fez um primeiro tempo impecável ao impedir que Isco e Lucas Vázquez criassem jogadas ofensivas, mas um erro crucial no segundo tempo o colocou como o principal vilão da partida. Substituto do lesionado Alaba, o brasileiro, que estava improvisado na lateral esquerda, acabou fazendo um recuo errado e deu um contra-ataque para os espanhóis. Na jogada, Asensio fez o gol da virada do time merengue, aos 11 minutos.

Jogando fora de casa, o Real Madrid foi para a partida focado em segurar o ímpeto da equipe anfitriã. Apesar de ficar mais tempo com a bola nos pés, o Bayern não conseguia criar jogadas perigosas pelas linhas defensivas no meio e na defesa do time espanhol.

Defesa do Real vacila

Só que aos 27 minutos, o Bayern aproveitou uma desatenção no meio de campo para abrir o placar. Kimmich começou uma jogada na defesa e foi avançando após trocar passes. James Rodríguez observou a passada do lateral, que entrou livre pelo lado direito após Casemiro se perder na marcação. O camisa 32 avançou e chutou em direção ao meio do gol. Navas, que caia para o lado direito esperando um cruzamento, não conseguiu voltar a tempo de impedir o primeiro gol bávaro.

O gol foi a abertura que o Bayern de Munique precisava para chegar com mais perigoso à defesa adversária. Entre os 40 e 41 minutos, os alemães chegaram duas vezes com Hummels e Müller, mas a bola não entrou em nenhuma das duas ocasiões.

Marcelo faz gol histórico

O jogo se encaminhava para um segundo gol do Bayern, quando o Real Madrid igualou o marcador com um bonito gol de Marcelo. Sem espaço, Carvajal cabeceou a bola em direção à área do time anfitrião. A bola quicou perto, nenhum defensor alemão a afastou, e o lateral brasileiro aproveitou a sobra para acertar um chute rasteiro de primeira no canto esquerdo de Ulreich, aos 43 minutos da primeira etapa.

Marcelo chegou a dois curiosos números. O lateral marcou nos três jogos de ida de mata-mata da Liga dos Campeões. Além de fazer o primeiro gol do Real frente ao Bayern, o camisa 12 também fez o últimos gols das vitórias contra o PSG por 3 a 1, nas oitavas, e contra a Juventus por 3 a 0, nas quartas de final. O tento também fez com que o brasileiro passasse Sergio Ramos como defensor que mais fez gols em mata-matas na história da Champions. São 7 tentos do lateral, contra 6 do espanhol.

Real vira após erro brasileiro

Comandados pelo experiente Franck Ribéry, o Bayern voltou para o segundo tempo criando as principais chances de gol do jogo, mas foi o Real que marcou o segundo gol após outra falha brasileira. Rafinha deu um passe fraco, dando o contra-ataque para os visitantes. Vázquez avançou com espaço e apenas rolou a bola para a Asensio, que entrou no intervalo, que teve tempo de ajeitar e colocar os espanhois na frente do placar.

Pouco depois, o francês de 35 anos fez uma excelente sequencia de dribles na área, mas seu chute acabou sendo espalmado por Navas. A equipe da Baviera ainda teve outras chances também com Lewandowski, e o técnico Jupp Heynckes chegou a adiantar Hummels, mas nem o abafa alemão foi capaz de superar o 'muro' erguido por Zidane.

Cristiano Ronaldo passa em branco

Kerstin Joensson/AP

Melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo teve atuação bastante discreta na Alemanha. O português até tentou, mas foi bem acompanhado por Kimmich. O camisa 7 deu apenas dois chutes para o gol, sendo que um foi em direção à lateral do campo, e outro foi um gol anulado aos 26 minutos do segundo tempo, após o árbitro marcar corretamente um toque de braço do astro. Esse foi o primeiro jogo da Liga dos Campeões desta temporada em que o português não marcou nenhum gol.

Lesões no primeiro tempo preocupam Bayern

GUENTER SCHIFFMANN/AFP PHOTO

Se o Liverpool perdeu Alex Oxlade-Chamberlain no primeiro tempo do jogo contra a Roma, o Bayern de Munique também foi obrigado a fazer duas trocas ainda na etapa inicial. Arjen Robben sentiu um problema muscular logo aos 5 minutos de jogo, e teve de ter substituído por Thiago Alcântara três minutos depois. Aos 33 minutos, foi a vez do zagueiro Jérôme Boateng deixar o jogo após sentir dores na coxa esquerda. Em seu lugar, o técnico Jupp Heynckes colocou Niklas Süle.

FICHA TÉCNICA

BAYERN DE MUNIQUE 1 x 2 REAL MADRID

Competição: Semifinal da Liga dos Campeões da Europa (ida)
Local: Allianz Arena, em Munique (Alemanha)
Data: 25 de abril de 2018 (quarta-feira)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Björn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Sander van Roekel e Erwin Zeinstra (ambos da Holanda)
Cartões Amarelos: Ribéry e Thiago (Bayern de Munique), Casemiro (Real Madrid)

Gols: Kimmich, aos 27 minutos do primeiro tempo (Bayern de Munique); Marcelo, aos 43 minutos do primeiro tempo, e Asensio, aos 11 minutos do segundo tempo (Real Madrid)

Bayern de Munique: Ulreich; Kimmich, Hummels, Boateng (Süle) e Rafinha; Martinez (Tolisso), James Rodríguez, Robben (Thiago), Ribéry e Müller; Lewandowski. Técnico: Jupp Heynckes

Real Madrid: Navas; Carvajal (Benzema), Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Casemiro (Kovacic), Kroos e Modric; Isco (Asensio), Cristiano Ronaldo e Lucas Vázquez. Técnico: Zinedine Zidane

UOL Cursos Online

Todos os cursos