Barcelona bate PSV em estreia na Liga dos Campeões com 3 golaços de Messi

Do UOL, em São Paulo (SP)

Com três golaços de Messi e outra pintura de Dembélé, o Barcelona estreou com vitória na Liga dos Campeões desta temporada ao bater o PSV por 4 a 0, nesta terça-feira (18), diante de mais de 73 mil espectadores no Camp Nou. O jogo foi válido pelo Grupo B do torneio europeu.

O atacante argentino abriu a goleada cobrando falta e ampliou a conta, primeiro aproveitando passe primoroso de Rakitic pelo alto e depois tocando na saída do goleiro Zoet, com categoria. Já Dembélé chutou colocado e de forma indefensável para deixar a sua marca.

Na próxima rodada da fase de grupos da Champions, o Barça irá à Inglaterra encarar o Tottenham, dia 3 de outubro, no Wembley, enquanto os holandeses receberão a Inter de Milão

O melhor: Messi

Para variar, o atacante argentino ditou o ritmo do Barcelona, variando entre jogadas individuais e triangulações para quebrar a marcação adversária. Ao balançar a rede do PSV por três vezes, ele se isolou como o maior artilheiro da fase de grupos da Liga dos Campeões, com 63 gols, três a mais do que o português Cristiano Ronaldo, que entrará em campo nesta quarta-feira (19) pela Juventus, contra o Valencia, fora de casa.

O pior: De Jong

Preso a um esquema tático que se baseou em contra-ataques, o centroavante do PSV foi peça quase nula e, quando tentou buscar jogo, parou na defesa do Barça. Foi o oposto de seus parceiros ofensivos, Lozano e Bergwijn, que deram trabalho nas raras chances que tiveram.

O primeiro gol da Champions 2018/19

Após levar dois sustos em chances criadas pelo PSV, coube a Lionel Messi tomar as rédeas do jogo e colocar o Barça em vantagem no Camp Nou. Aos 30 minutos do primeiro tempo, o camisa 10 cobrou falta com perfeição, no ângulo esquerdo de Zoet. Foi o primeiro gol da edição 2018/19 da Liga dos Campeões.

Enfim, Coutinho estreia na Liga pelo Barcelona

REUTERS/Albert Gea

Contratado em janeiro, Philippe Coutinho, enfim, debutou na Liga dos Campeões com a camisa do Barça - ele não pôde atuar nos mata-matas da edição passada por ter disputado a fase de grupos pelo Liverpool. Escalado no meio de campo pelo técnico Ernesto Valverde, o brasileiro teve boa atuação regular e criou duas chances claras de gol no segundo tempo: aos oito, chutou para fora após rebote da defesa do PSV; aos 12, chutou colocado, mas Zoet espalmou para escanteio.

Outro estreante da partida foi o meio-campista brasileiro Arthur, que entrou aos 38 minutos do segundo tempo, opção de Valverde para proteger mais a defesa do Barça após a expulsão do zagueiro Umtiti, que levou o segundo cartão amarelo.

PSV foi precavido, mas não teve medo de atacar

Mesmo com a proposta clara de jogar "por uma bola", mais recuado e aguardando chances de contragolpe, o PSV deu trabalho quando teve a bola. Em certos momentos, o Barça até correu riscos, deixando a zaga no mano a mano com dois atacantes velozes, Bergwijn e Lozano - aos 19 minutos do segundo tempo, o mexicano recebeu livre na área, mas Piqué conseguiu bloquear a finalização.

Catalães imbatíveis em casa pelo torneio europeu

O resultado diante dos holandeses nesta terça ampliou para 27 jogos a invencibilidade do Barcelona como mandante na Liga dos Campeões. Agora são 25 vitórias e dois empates diante de sua torcida no Camp Nou pelo torneio.

FICHA TÉCNICA:
BARCELONA 4 X 0 PSV

Local: Camp Nou, em Barcelona (ESP)
Data/Hora: 18 de setembro de 2018, às 13h55 (de Brasília)
Árbitro: Tasos  Sidiropoulos (Grécia)
Assistentes: Polychronis  Kostaras e Lazaros  Dimitriadis (ambos da Grécia)
Cartões amarelos: Umtiti (Barcelona); Viergever, De Jong (PSV)
Cartão vermelho: Umtiti
Gols: Messi, aos 30 minutos do primeiro tempo; Dembélé, aos 29 do segundo tempo; Messi, aos 31 e 42 do segundo tempo.

BARCELONA: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Alba; Busquets, Rakitic (Vidal) e Philippe Coutinho (Lenglet); Dembélé (Arthur), Messi e Suárez. 
Técnico: Ernesto Valverde.

PSV: Zoet; Dumfries, Viergever (Isimat-Mirin), Schwaab e Tasende; Rosario (Gutierrez), Hendrix e Pereiro; Bergwijn (Mallen), Lozano e De Jong.
Técnico: Mark Van Bommel.

UOL Cursos Online

Todos os cursos