De brasileiros a 'Neymar inglês', 15 jovens para ficar de olho na Champions

Do UOL, em São Paulo (SP)

A Liga dos Campeões 2018/19 começa nesta terça-feira (18) repleta de protagonistas, como Cristiano Ronaldo, Messi, Neymar, Mbappé e Salah, mas a disputa pelo título continental desta temporada também servirá como vitrine para jovens talentos se projetarem no cenário europeu.

O investimento em revelações foi tendência entre alguns candidatos ao título como o Barcelona, que contratou os brasileiros Arthur e Malcom. Outros viraram a principal alternativa de quem corre por fora, como a Roma, que aposta as suas fichas no filho de um ídolo holandês para ir longe na competição, ou o Borussia Dortmund, que está encantado com um atacante de 18 anos chamado de "Neymar inglês" em seu país.

O UOL Esporte listou 15 jovens jogadores que podem dar o que falar nesta Liga dos Campeões. Confira a seleção:

Arthur (Barcelona)

FADEL SENNA / AFP

Contratado junto ao Grêmio por 31 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões na cotação atual), o meio-campista de 22 anos ficou na lista de espera da seleção brasileira para a última Copa do Mundo, mas chegou ao Barça com status elevado, projetado para repetir as trajetórias de nomes como Xavi e Iniesta pelo clube. Por enquanto, tem sido reserva com o técnico Ernesto Valverde. Deu uma assistência em dois jogos disputados pelo Campeonato Espanhol.

Malcom (Barcelona)

Miguel Ruiz/Barcelona

Pivô de negociação polêmica, em que o Barça atravessou um pré-acordo entre Bordeaux e Roma, o meia-atacante brasileiro de 21 anos foi um investimento de 41 milhões de euros (R$ 198 milhões) e terá a oportunidade de disputar a Liga dos Campeões pela primeira vez na carreira. Ainda se adaptando ao novo clube, ele sofreu uma torção no tornozelo direito e não se recuperou a tempo da partida de estreia, contra o PSV, nesta terça-feira, mas deverá ser utilizado nas rodadas seguintes.

Jadon Sancho (Borussia Dortmund)

Buda Mendes - FIFA/FIFA via Getty Images

Oriundo das categorias de base do Manchester City, o atacante de 18 anos foi campeão mundial sub-17 pela Inglaterra em 2017 e foi contratado pelo Borussia Dortmund em janeiro. Acionado pelo técnico Lucien Favre no segundo tempo, tem quatro assistências em quatro partidas nesta temporada e deve ganhar alguns minutos em campo na Champions. Habilidoso e objetivo ofensivamente, foi chamado de "Neymar inglês" por Dan Micciche, que o treinou na base, em entrevista ao jornal britânico "The Guardian", publicada no dia 9 de setembro. "Ele é extravagante, divertido de assistir. Mas, como Neymar, ele é efetivo desta forma", comparou.

Justin Kluivert (Roma)

Divulgação/AS Roma

Filho do ex-atacante holandês Patrick Kluivert, o jogador de 19 anos repetiu os passos do pai no início de carreira: optou por não renovar contrato com o Ajax e se transferiu para o futebol italiano. Reforço da Roma para esta temporada, o garoto é visto como aposta. Anotou 11 gols e deu cinco assistências no período 2017/18 pelo clube de Amsterdã. Vem sendo utilizado pelo técnico Eusebio Di Francesco na segunda etapa e deu um passe para gol em três partidas pelo Campeonato Italiano.

David Neres (Ajax)

Louis van de Vuurst/Ajax

Revelado pelo São Paulo, o atacante de 21 anos chega à segunda temporada na Europa em alta, sendo uma das peças-chave do técnico Erik ten Hag. Em 46 partidas pelo Ajax, anotou 16 gols e deu 18 assistências. O clube holandês já recusou propostas pelo brasileiro na última janela de transferências, e outras boas atuações pela Champions devem valorizá-lo ainda mais no mercado. 

Matthijs De Ligt (Ajax)

Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Talento precoce das categorias de base do clube holandês, o zagueiro de 19 anos se tornou o mais jovem a disputar como titular uma final de Liga Europa - ele tinha 17 quando o Ajax perdeu a final da temporada 2016-17 para o Manchester United. Ele também já integra a seleção principal da Holanda e foi cobiçado pelo Barcelona na última janela de transferências. 

Lautaro Martínez (Inter de Milão)

Reprodução/Instagram

Autor de cinco gols na Copa Libertadores deste ano pelo Racing, o atacante argentino de 21 anos custou cerca de US$ 30 milhões (R$ 124 milhões) à Internazionale e ainda tenta se adaptar ao novo clube, mas é visto como um jogador de potencial. O mau início da equipe no Campeonato Italiano, com apenas uma vitória em quatro rodadas, não o tem ajudado neste início de temporada.

Gedson Fernandes (Benfica)

REUTERS/Rafael Marchante

Nascido em São Tomé e Príncipe, mas vestindo a camisa de Portugal desde a base, o meio-campista de 19 anos revelado pelo Benfica virou sensação no país e renovou contrato recentemente até 2023, mas terá a multa rescisória ampliada para 100 milhões de euros (R$ 483 milhões) para conter o assédio de outros clubes europeus. Ele já anotou um gol nesta Liga dos Campeões, durante a etapa de qualificação à fase de grupos.

Éder Militão (Porto)

Reprodução/Twitter

Revelado pelo São Paulo e recentemente convocado pelo técnico Tite para a seleção brasileira, o defensor de 20 anos iniciou a carreira como zagueiro, mas migrou para a lateral direita e ganhou mais destaque. A versatilidade do defensor chamou a atenção do Porto, que pagou "apenas" 7 milhões de euros (R$ 33,8 milhões) pelo reforço.

Wesley Moraes (Club Brugge)

Nico Vereecken/Photonews

Eleito a revelação do último Campeonato Belga, o atacante brasileiro de 21 anos já despertou a atenção de clubes europeus nesta janela de transferências e recebeu convite para se naturalizar belga, mas ele manifestou vontade de esperar por uma chance com Tite ou na seleção brasileira sub-23, que disputará os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020. Nesta temporada, já marcou três gols em seis partidas. O porte físico (tem 1,91 metro de altura) rendeu comparações com o italiano Mario Balotelli.

Youri Tielemans (Monaco)

REUTERS/Eric Gaillard

Badalado desde as categorias de base do Anderlecht, clube pelo qual estreou na Liga dos Campeões com apenas 16 anos, o meio-campista de 21 anos integrou a seleção da Bélgica na última Copa do Mundo, eliminando o Brasil nas quartas de final. Em sua segunda temporada pelo Monaco, o jogador tem sido titular nesta temporada e já marcou um gol no Campeonato Francês.

Santi Mina (Valencia)

David Ramos/Getty Images

O atacante espanhol de 22 anos foi um dos destaques do Valencia na temporada passada, com 15 gols em 38 partidas. Começou o período 2018/19 como opção no banco de reservas, mas tem a confiança do treinador Marcelino García Toral para mudar o panorama das partidas no segundo tempo e deve receber chances com Luis Enrique na seleção da Espanha.

Hirving Lozano (PSV)

David Ramos - FIFA/FIFA via Getty Images

Autor do gol da vitória do México por 1 a 0 sobre a Alemanha na fase de grupos da última Copa do Mundo, o atacante de 23 anos estreará na Liga dos Campeões em um grupo complicado, com Barcelona, Inter de Milão e Tottenham, mas terá a chance de mostrar o potencial que chamou a atenção do Manchester United na última janela de transferências. Nesta temporada, ele já marcou seis gols em oito partidas. 

Steven Bergwijn (PSV)

Jerry Lampen / ANP / AFP
Bergwijn, de 20 anos, comemora gol pelo PSV

Integrante das seleções de base da Holanda desde a adolescência, Bergwijn, de 20 anos, é outra aposta ofensiva do PSV, ao lado de Lozano, para surpreender nesta Liga dos Campeões em um grupo difícil. Na estreia, ele encontrará o time que admirava na infância: o Barcelona - o atacante tirou fotos com Lionel Messi em um hotel na Espanha, em 2008. Atuando mais pelo lado direito do ataque, ele já marcou cinco gols em oito jogos nesta temporada.

Tanguy Ndombele (Lyon)

REUTERS/Emmanuel Foudrot

O meio-campista francês de 21 anos chegou ao Lyon na temporada passada por empréstimo, vindo do Amiens, disputou 35 rodadas do Campeonato Francês e deu sete assistências. Contratado definitivamente em julho por 8 milhões de euros (R$ 38,6 milhões), tem conquistado ainda mais espaço em um clube com histórico de formação de jogadores talentosos.

UOL Cursos Online

Todos os cursos