United empata com Valencia na Champions e aumenta pressão sobre Mourinho

Do UOL, em São Paulo

Pressionado por uma sequência de tropeços, o Manchester United empatou por 0 a 0 com o Valencia nesta terça-feira (2), em duelo da segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. O quarto jogo seguido sem vencer aumenta a pressão sobre o técnico José Mourinho devido ao mau início de temporada.

A partida foi pouco criativa. Em um primeiro tempo de baixo ritmo, o Manchester United encontrou um adversário bem postado defensivamente e teve grandes dificuldades para criar. As únicas chances dignas de nota foram tentativas de longe de Rashford, mas nada que tenha levado enorme perigo ao gol do brasileiro Neto. Não à toa, o time inglês saiu para o intervalo vaiado.

A segunda etapa mostrou um United lento, pouco criativo e irritando seu torcedor. O time de Mourinho só passou a pressionar faltando meia hora para o final, mas ainda meio sem estratégia. Lukaku apareceu duas vezes, sendo parado em ambas por Neto. Enquanto isso os contra-ataques do Valencia ficaram mais raros, mas ainda perigosos.

Mourinho segurou as substituições até o minuto 75, quando enfim trocou o inoperante Alexis  Sánchez por Martial. Mas a equipe seguiu apática, previsível e tomando decisões erradas, ficando cada vez mais desorganizada com o passar do tempo. Quase abriu o placar em falta cobrada por Rashford no travessão, é verdade, mas ficou faltando futebol.

O empate mantém o United na segunda posição do grupo H da Champions  League, com quatro pontos — dois atrás da líder Juventus. Na próxima rodada, no dia 23, o time inglês tenta tomar a liderança de Cristiano Ronaldo e cia. em jogo no Old Trafford. Na mesma data o Valencia visita o Young Boys na Suíça.

UOL Cursos Online

Todos os cursos