Messi salva, Barça vence PSV e se garante em primeiro na Champions

Do UOL, em São Paulo

  • Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

O Barcelona entrou em campo, nesta quarta-feira (28), já classificado às oitavas de final da Liga dos Campeões, mas tratou de garantir a primeira colocação antecipada do grupo B. O time catalão foi pressionado, mas contou com a estrela de Messi (um gol e uma assistência) para vencer o PSV, fora de casa, por 2 a 1 - De Jong descontou.

O resultado levou os espanhóis aos 13 pontos, disparados na liderança da chave, enquanto o PSV é o lanterna com um ponto. No outro jogo do grupo, o Tottenham bateu a Inter de Milão por 1 a 0 e igualou os sete pontos dos italianos. Os ingleses ocupam a segunda colocação da chave por levarem a melhor no confronto direto.

Na última rodada da fase de grupos, o Barça recebe o Tottenham, enquanto o PSV visita a Inter de Milão. Os dois jogos serão realizados em 11 de dezembro.

Quem foi bem: Messi

OSCAR DEL POZO/AFP

O Barcelona levava pressão e estava perto de tomar um gol, mas foi salvo por Messi. O argentino já tinha tentado no primeiro tempo, mas conseguiu bater o goleiro Zoet na etapa final para abrir o placar. Depois, ainda deu assistência para o segundo gol, feito por Piqué.

Quem foi mal: Rakitic e Ter Stegen

JOHN THYS / AFP

O meia estava "solonento" no primeiro tempo e distribuiu passes errados na defesa. Ao sair jogando, Rakitic perdeu a bola e viu o PSV acertar a trave. Do outro lado do campo, pouco chegou ao ataque e só trocou passes de lado com Busquets. Já Ter Stegen fez algumas defesas importantes, mas saiu mal do gol em um lance no segundo tempo e colecionou passes errados que quase resultaram em gol dos holandeses.

Desfalques de Arthur e Suárez

O Barcelona teve uma lista de desfalques na partida desta quarta, entre eles Arthur e Suárez, sem condição de jogo. O meia tem sobrecarga muscular, enquanto o atacante trata de dores no joelho direito.

PSV dá trabalho e acerta três vezes na trave

Empurrado pela sua torcida, o PSV foi para cima do Barça logo no começo do jogo e criou três boas chances com Pereiro. A melhor delas aos 15 minutos, quando acertou a trave após chute de longe. Já na reta final, foram mais duas bolas no poste em sequência. De Jong cabeceou no travessão e a sobra ficou com Dumfries, que chutou na trave quase em cima da linha.

Zaga do PSV tira dois gols de Vidal

Vidal, que substituiu Arthur, quase marcou duas vezes na etapa inicial. Primeiro, ele deu belo chute praticamente de costas. Depois, escorou de cabeça, mas em ambas a defesa do PSV salvou em cima da linha. Ainda no primeiro tempo, Coutinho arriscou duas vezes, uma para fora e outra desviada, enquanto Messi tentou três chutes, mas viu o goleiro Zoet defender.

Messi derruba pressão do PSV

Os donos da casa davam trabalho, mas Messi tratou de marcar para o Barça. Aos 14 minutos do segundo tempo, ele carregou a bola no meio-campo, tabelou com Dembélé e conseguiu bater no meio de cinco jogadores. A bola ainda raspou na trave antes de entrar.

Foi de propósito?

Mais tarde, Messi aproveitou para também ser decisivo no segundo gol. Aos 24, ele cobrou falta para o meio da área, e Piqué escorou para as redes, mas ficou a dúvida: o camisa 10 bateu mal na bola ao tentar chutar direto ou cruzou de propósito?

PSV empata e pressiona

Os donos da casa se lançaram ainda mais ao ataque e conseguiram descontar com De Jong. Aos 36 minutos, o atacante ganhou no alto e fez de cabeça. O gol deu novo ânimo para o PSV, que foi com tudo atrás do empate, mas faltou tempo.

FICHA TÉCNICA
PSV 1 X 2 BARCELONA

Data e hora: 28 de novembro de 2018, às 18h (de Brasília)
Local: Philips Stadion, em Eindhoven (Holanda)
Árbitro: Pavel Kralovec (República Tcheca)
Auxiliares: Ivo Nadvornik e Kamil Hajek (ambos da República Tcheca)
Cartões amarelos: Hendrix (PSV); Alba (Barcelona)
Gols: Messi, aos 14 do 2º tempo, Piqué, aos 24 do 2º tempo, De Jong, aos 36 do 2º tempo

PSV: Zoet; Dumfries, Schwaab, Viergever e Angeliño; Rosario, Hendrix (Gutiérrez), Lozano, Pereiro (Malen) e Bergwijn (Romero); De Jong.
Técnico: Mark van Bommel.

BARCELONA: Ter Stegen; Semed, Piqué, Lenglet e Alba; Busquets, Raikitic e Vidal; Dembélé (Denis Suárez), Messi e Coutinho (Malcom).
Técnico: Ernesto Valverde.
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos