UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
20/02/2010 - 09h04

Volantes do Cruzeiro defendem invencibilidade no clássico deste sábado

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte

No Cruzeiro desde 2008, os volantes Henrique e Marquinhos Paraná jamais foram derrotados no clássico estadual contra o Atlético-MG. Neste sábado, eles tentarão manter o bom retrospecto contra o arquirrival em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Mineiro, às 17h (horário de Brasília), no Mineirão.

Contratados a pedido do técnico Adilson Batista, que já havia trabalhado com os dois jogadores no Figueirense e no Jubilo Iwata, do Japão, Marquinhos Paraná e Henrique têm números similares no clássico.

Paraná disputou dez clássicos e saiu de campo vitorioso em oito oportunidades. Nos dois confrontos restantes, ele viu o placar terminar empatado. Já Henrique foi a campo oito vezes contra o arquirrival, venceu sete clássicos e empatou um.

Para Marquinhos Paraná, os triunfos sobre o Atlético até este sábado devem ser esquecidos. “É bom sempre vencer um jogo desta importância e rivalidade. Mas os que ganhei já passaram. Agora tenho mais um pela frente e tenho que fazer aquilo que trabalhamos durante a semana e o que o Adilson pede para fazer um bom jogo e buscar a vitória”, afirmou.

Com a mesma perspectiva, Henrique ressalta que o retrospecto anterior em clássicos não dá garantia de novo resultado positivo. “Cada jogo é uma história, a gente não pode ficar olhando para trás e pensar que vai ser da mesma forma, porque não vai ser. Temos que pensar que vai ser um novo jogo, uma nova dificuldade, então temos de entrar concentrados”, observou.

“É claro que as participações que tivemos passadas foram boas, mas não podemos viver daquele momento, porque hoje são novos jogadores. Nós temos que estar concentrados e focados para fazer o nosso melhor”, acrescentou Henrique.

Pela primeira vez, os volantes cruzeirenses enfrentarão Vanderlei Luxemburgo em um clássico mineiro. Marquinhos Paraná elogiou o técnico atleticano, mas disse estar focado apenas no Cruzeiro.

“Não sou de muito falar do adversário, mas tem uma bela equipe, um bom treinador. Mas tenho de pensar só no Cruzeiro, juntos com meus companheiros pensar em fazer o melhor, para fazer um bom jogo e conseguir mais uma vitória”, salientou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host