UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
26/02/2010 - 07h19

Pivô da polêmica com o TJD, W. Paulista diz não estar preocupado

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte
  • Wellington Paulista diz estar tranquilo, pois foi escalado por Adilson com o aval da diretoria celeste

    Wellington Paulista diz estar tranquilo, pois foi escalado por Adilson com o aval da diretoria celeste

Apesar de o Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG) ter julgado como ilegal a escalação de Wellington Paulista na estreia do Cruzeiro no Estadual, contra o Uberlândia, e o clube ter a possibilidade de perder seis pontos na competição, o atacante afirma que não está preocupado.

“Estou tranquilo, até porque a diretoria falou que eu poderia jogar e eles pagaram as cestas básicas que tinham de pagar. Quem me escalou foi o Adilson (Batista), ele sabia da situação, o que estava acontecendo. Não estou preocupado, porque sei que, se Deus quiser, o Cruzeiro não vai perder esses pontos, porque foi liberado pela comissão”, afirmou.

Wellington Paulista foi expulso na última partida do time na edição passada do Mineiro, no empate por 1 a 1 com o rival Atlético-MG, na final da competição, e deveria cumprir a automática na primeira partida de 2010. Porém, o atacante entrou no decorrer do segundo tempo da goleada por 6 a 0 sobre o Uberlândia.

O clube alega que a pena do jogador foi convertida em ação social pelo próprio TJD-MG e por isso ele não teria mais nenhuma punição a ser cumprida. O departamento jurídico do Cruzeiro recorrerá da perda dos seis pontos.

Para o meia Gilberto, o Cruzeiro, em caso de perda de pontos, deve recuperar a desvantagem nos jogos seguintes. “Temos de jogar para recuperar os pontos e, dessa forma, todo jogo que a gente tiver vai ser para tentarmos recuperar a nossa condição, que hoje é a terceira colocação. A gente tem de, mesmo perdendo esses pontos, lutar para classificar”, salientou.

O zagueiro Cláudio Caçapa também ressalta que os adversários terão de arcar em campo com a possível perda de seis pontos do Cruzeiro. “A esperança que não percamos nem seis pontos nem três, mas se perdermos, temos de recuperar em campo. Eles não vão voltar se a gente perder, mas a única maneira é dentro de campo tentar conquistar outros pontos”, ressaltou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host