UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
27/02/2010 - 19h58

Adilson Batista diz que a "bola não andou" no esquema 3-5-2

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Adilson Batista não aprovou a atuação do Cruzeiro no 3-5-2

    Adilson Batista não aprovou a atuação do Cruzeiro no 3-5-2

O técnico Adilson Batista reconheceu a dificuldade do Cruzeiro, que venceu o Ituiutaba, por 1 a 0, neste sábado, no estádio da Fazendinha, em se adaptar ao esquema com três zagueiros, utilizado na partida, em que escalou uma formação reserva. Segundo ele, a bola “não andou”.

“Você acaba sacrificando determinado setor, alguns jogadores. Nós trabalhamos três dias este esquema, fizemos trabalhos específicos, mas a bola não anda. Você recua umas 500 bolas para o Rafael, mas isso também em função do adversário”, explicou Adilson Batista.

Para o treinador cruzeirense, o Ituiutaba e as más condições do gramado do estádio da Fazendinha também dificultaram a vitória cruzeirense. “Mas tem de prestar atenção também no adversário, desespero, se atirou, marcou bem, o campo também. O primeiro tempo foi truncado, no segundo a equipe se soltou um pouco mais”, destacou Adilson. Ele modificou o esquema na etapa final, quando colocou o volante Henrique no lugar do zagueiro Cláudio Caçapa.

Na partida deste sábado, o treinador celeste optou mais uma vez em escalar uma equipe mista. Seis jogadores titulares foram poupados e nem viajaram com o elenco. O volante Elicarlos lesionado e o armador Gilberto, que viajou na quinta-feira, para servir a seleção brasileira também desfalcaram a equipe.

Com as modificações, o treinador escalou, assim como na vitória sobre a Caldense, o time com três zagueiros. “Em função do que estou vendo no dia a dia, no treinamento. O atleta tem de me dar a resposta. Se eu achar que não é suficiente eu vou criar algumas alternativas como eu fiz hoje”, observou Adilson Batista.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host