UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
27/02/2010 - 08h09

Adilson Batista valoriza jogadores do Cruzeiro com "consciência tática"

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte
  • Volante Elicarlos é exemplo de jogador disciplinado taticamente

    Volante Elicarlos é exemplo de jogador disciplinado taticamente

Nos jogos do Cruzeiro, os adversários costumam se preocupar mais com jogadores como Kléber, Gilberto, Roger e aqueles que atuam no setor ofensivo do time comandado por Adilson Batista. No entanto, para que os protagonistas tenham espaço para atuar, o treinador recorre a jogadores que ganham funções táticas específicas.

“São características desses atletas que às vezes não são tão valorizadas por determinadas pessoas. Para nós que vivenciamos o futebol e acompanhamos o dia a dia temos consciência que determinados jogadores fazem uma função em benefício do coletivo, liberar outros”, explicou o técnico celeste.

No princípio desta temporada, Adilson Batista vinha utilizando, por exemplo, o volante Elicarlos para cobrir a lateral direita enquanto Jonathan avança pelo meio. Ele e outros jogadores são escalados por terem o que o treinador chama de “consciência tática”.

“Para todos, a gente pede que tenham consciência tática. Alguns obedecem um pouquinho mais, outros menos, em função também da característica do jogador. Eu não vou ficar pedindo para o Roger acompanhar lateral, não é a característica dele. Aí tem liberdade para jogar e tem de usar essa energia em benefício da parte ofensiva. Cada um dentro da sua característica, é isso que a gente coloca e pede”, observou.

No último jogo do Cruzeiro, diante do Colo-Colo, Elicarlos se contundiu e foi substituído por Pedro Ken ainda no primeiro tempo. Adilson Batista admite que a equipe teve dificuldades após a saída do volante. “Com a saída do Eli, nós tivemos algumas dificuldades, principalmente com a organização do Torres. Ele colocou duas ou três bolas que criaram dificuldades para nós”, destacou.

Para atender às exigências táticas de Adilson Batista, Pedro Ken, contratado no princípio da temporada, tem procurado explorar os treinamentos. “Procuro me aperfeiçoar em tudo. Não só na marcação, mas quando tiver a oportunidade de chegar e definir as jogadas, procuro fazer da melhor forma. Acho que tenho de tentar ser completo, não só marcar, mas também ajudar na armação de jogadas, dar opção na frente e finalizar”, observou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host