UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
27/03/2010 - 07h03

Dirigente do América-MG exige mudança de atitude dos jogadores

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

Depois de se reunir com os jogadores do clube, no CT Lanna Drumond, Marcos Salum, um dos integrantes do Conselho de Administração do América-MG, manifestou o desagrado da diretoria com a campanha do time no Mineiro e exigiu mudança de atitude. De acordo com o dirigente, o clube não ficará trocando de treinador e poderá modificar jogadores, caso a postura da equipe não se modifique.

O América ocupa a oitava colocação no Estadual, com 12 pontos em 30 possíveis, o que significa aproveitamento de 40%. No domingo, às 16h, em Uberabão, o time americano buscará a vitória e, caso isso aconteça, poderá terminar até em sexto lugar. “Os jogadores têm que perceber que acabar em oitavo entre 12 times do Campeonato para o América é uma vergonha, para nós diretores, acostumados a ganhar, é muito mais do que vergonha é difícil andar na rua”, afirmou.

“Estamos jogando contra time com seis jogadores que nós dispensamos e eles jogam mais do que a gente. Contra o Democrata pedi para acabar o jogo, porque se não podia ter perdido. Para vestir essa camisa tem que jogar, se não sai e entra outro”, observou o dirigente americano.

Ele fez questão de dizer que não está “ameaçando” jogador. “É um recado do futebol, se tiver que trocar o Mauro (Fernandes, técnico) ou trocar jogador vou fazer. Jogador às vezes fica na ilusão só de cobrar, ele tem que perceber que aqui no América viaja de avião, fica em hotel cinco estrelas, concentração de primeira, CT desse nível e futebol está pouco. Se as pessoas não estão produzindo vamos trocar”, salientou.

Marcus Salum disse que a campanha americana até o momento não agrada a diretoria. São três vitórias, três empates e quatro derrotas, com 17 gols marcados e 13 sofridos.

“O América tem toda condição de trabalho, tem grupo que a gente sabe que tem condição de produzir mais do que produziu, estamos conversando com o treinador já há algum tempo sobre isso e na vida, tudo tem mão e contramão, a gente dá e quer receber. Para vestir camisa do América tem que jogar, tem que dar resultado, porque senão der resultado não vai ficar trocando de técnico a vida toda, vou trocar jogador”, afirmou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host