UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
08/04/2010 - 00h33

Adilson diz que Cruzeiro soube neutralizar pontos fortes do Uberaba

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Adílson elogia compromisso do Cruzeiro na busca pela vitória

    Adílson elogia compromisso do Cruzeiro na busca pela vitória

Depois de o Cruzeiro enfrentar dificuldades no primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Mineiro e empatar em 2 a 2 com o Uberaba, no Mineirão, o time celeste venceu com facilidade por 3 a 0 no Triângulo Mineiro e garantiu sua vaga às semifinais. Para o técnico Adilson Batista, a equipe soube neutralizar os pontos fortes do adversário.

O treinador cruzeirense elogiou a equipe comandada por Marcos Birigui. “A gente parabeniza também pelo trabalho, pela organização, o time estava bem posicionado, nos deu trabalho, principalmente no primeiro jogo. Acho que jogaram de uma forma inteligente. Nós viemos com uma proposta de neutralizar isso e fomos felizes, fizemos os gols, tivemos bom volume de jogo”, afirmou.

Adilson avaliou que a partida teve disputas acirradas comuns aos jogos de mata-mata. “Foi um jogo disputado, acirrado, como têm sido. Na primeira rodada, nós tivemos 30 cartões amarelos e três vermelhos. Nessa, daqui a pouco vou fazer as contas. São jogos decisivos, mais truncados, então é normal isso. Parabéns aos atletas do Cruzeiro por cumprir, por jogar bem. O objetivo foi alcançado, agora vamos ver qual é o nosso adversário”, disse.

Com a vaga nas semifinais, o Cruzeiro aguarda a partida entre Tupi e Ipatinga, nesta quinta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), em Juiz de Fora. A equipe do Vale do Aço venceu o primeiro jogo por 2 a 1 e jogará pelo empate para avançar na competição.

Adilson Batista apontou quais os fatores levaram o Cruzeiro a vencer o Uberaba fora de casa e, consequentemente, se classificar às semifinais. “Foi a entrega, a atenção, a responsabilidade, o objetivo, se comprometer com o jogo. Tivemos respeito sem a bola. O Cruzeiro, com a bola, procurou jogar. Tivemos um pouco de dificuldade em função do gramado, os jogadores estavam reclamando. Acho que foi a dedicação deles”, destacou.

O CRUZEIRO NO TWITTER

Na vitória por 3 a 0, dois gols cruzeirenses saíram em cobranças de falta. O treinador destacou a necessidade de fugir da forte marcação do Uberaba. “Nesse sistema, eles ficam mais fechados e temos que criar alternativas. Às vezes, eles faziam marcação individual em determinado jogador, procuramos levar para o canto. Foi o que aconteceu com o Fabrício, o próprio Gilberto. Eles tiveram capacidade, consciência, acho que foi um bom jogo”, observou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host