UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
18/04/2010 - 20h20

Adilson nega menosprezo e culpa cansaço no Cruzeiro

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

Apesar de ter poupado seis jogadores titulares na derrota para o Ipatinga por 3 a 1, que decretou a eliminação do Cruzeiro na semifinal do Campeonato Mineiro, o técnico Adilson Batista negou que tenha menosprezado o adversário.

“Não tem o menosprezo com o Ipatinga. Tirem esses fantasminhas das cabeças de vocês. Chegamos uma e meia (da madrugada de sábado) na Toca para dormir, os jogadores estavam cansados, o Diego jogou, o Henrique. Estavam cansados e você tem de segurar e controlamos o primeiro tempo. Melhoramos no segundo, não fizemos e acabamos perdendo o jogo em lances bobos. Essa é minha avaliação”, disse.

O treinador cruzeirense ressaltou que a equipe retornou a Belo Horizonte, após viagem a Santiago, onde enfrentou o Colo-Colo, apenas no fim da noite de sexta-feira.

“Eu gostaria de jogar na segunda-feira, não foi possível. Gostaria de jogar às 18h30, em função do calor. Agora não adianta. Teria de ter entrado fulano, sicrano, beltrano... Agora já foi, já perdemos, o Mineiro faz parte do passado. Parabéns às duas agremiações que vão decidir, ao Ipatinga”, afirmou.

Para Adilson, a eliminação do Cruzeiro está diretamente ligada ao empate sem gols no primeiro jogo, em Ipatinga. “Nossa classificação, jogamos fora lá. Poderíamos ter feito um placar lá, ter decidido o jogo e jogado com um pouco mais de inteligência aqui, ter conseguido o objetivo”, ressaltou.

No intervalo da partida deste domingo, o Cruzeiro estava se classificando. Segundo o técnico do Cruzeiro, a derrota por 3 a 1 foi determinada por erros na etapa final.

O CRUZEIRO NO TWITTER

“No primeiro tempo, estava 0 a 0, eles tiveram algumas oportunidades. Nós, poucas. Mas estava um jogo bem controlado. No segundo tempo, nós melhoramos. Tivemos para fazer o segundo gol, não fizemos. Depois tomamos um gol de lateral, e aí virou um contra-ataque e teve a expulsão”, avaliou.

“Não vou tirar o mérito do Ipatinga, tenho de parabenizar, enaltecer o trabalho do Gilson (técnico Gilson Kleina), a dedicação dos seus atletas e parabenizar os nossos por correr e suportar as dificuldades de viagem, o cansaço, a cobrança. Infelizmente não foi possível, a gente lamenta, pede desculpa ao torcedor. Sei que muitos compreendem, outros não”, acrescentou Adilson.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host