Meia do Atlético-MG está em casa após susto no Horto e exames em hospital

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Hyuri, do Atlético-MG, foi atendido no gramado e deixou o estádio de ambulância

    Hyuri, do Atlético-MG, foi atendido no gramado e deixou o estádio de ambulância

Um grande susto. Assim o meia Hyuri, do Atlético-MG, pode descrever o último lance do jogo contra a Caldense. O camisa 7 alvinegro recebeu uma bola dentro da área e encobriu o goleiro Gilson, que não conseguiu evitar o choque e derrubou o atleticano. Hyuri caiu no gramado e nem sequer levantou, sendo atendido por médicos do clube e do estádio logo em seguida.

Imobilizado e levado para um hospital da Região Centro-Sul de Belo Horizonte, o jogador passou por vários exames. Foram ressonâncias e tomografias computadorizadas na coluna e no crânio, locais em que Hyuri mais se queixava de dor. Sempre consciente, desde o atendimento no gramado à bateria de exames, o jogador ficou cerca de duas horas no hospital.

Hyuri foi liberado por volta de 1h30, após os resultados dos exames não apontarem nenhum problema. Agora, o jogador passa por um período de observação, feito de casa mesmo. Devido ao forte choque e a pouca diferença de tempo, a tendência é que o atleta fique fora do treino desta quinta-feira, na Cidade do Galo. Porém, num primeiro momento, Hyuri não chega a ser dúvida para a estreia do Atlético na Copa Libertadores.

O próximo compromisso do Atlético vai contra o Guarani, em Divinópolis. O técnico Diego Aguirre já adiantou que vai escalar uma equipe reserva. Como Hyuri está cotado para começar a partida contra o Melgar, o meia deve ser nem relacionado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos