Apesar de boa média, Deivid diz que atletas se cobram por evolução

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Eduardo Valente/Light Press/Cruzeiro

    Deivid, técnico do Cruzeiro, em partida da Primeira Liga

    Deivid, técnico do Cruzeiro, em partida da Primeira Liga

O Cruzeiro disputou quatro partidas em 2016, obtendo duas vitórias e dois empates em jogos válidos por Campeonato Mineiro e Primeira Liga. Os números equivalem a 67% de aproveitamento na temporada. Apesar dos números positivos e da invencibilidade, Deivid não está contente com o que tem visto e revela, inclusive, uma cobrança entre os próprios jogadores para a melhora de rendimento.

Após o triunfo sobre o Tupi, nesse domingo (14), no Mineirão, o treinado explicou que há os seus comandados costumam exigir a evolução da equipe durante as reuniões e palestras feitas no vestiário.

"Eles (jogadores) se cobram muito, têm se cobrado muito, para que a gente possa ganhar um jogo bem, convencendo. Mas a gente sabe que, do outro lado, também têm 11 jogadores que não querem perder. O mais importante é tentar sempre fazer um bom jogo para que a gente possa sair vencedor, como saímos", declarou.

Nesta quarta-feira (17), o Cruzeiro recebe o Fluminense, pela segunda rodada da fase de grupos da Primeira Liga, no Mineirão. A partida ocorrerá às 19h30 e será uma boa oportunidade de a equipe agradar mais ao seu técnico.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos