Pai revela que meia emprestado ao Sport não estava feliz no Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte (MG)

  • Reprodução/Instagram

    Gabriel não pretendia sair, mas as poucas chances o convenceram a optar pela mudança

    Gabriel não pretendia sair, mas as poucas chances o convenceram a optar pela mudança

Gabriel Xavier acertou a sua transferência por empréstimo ao Sport nessa segunda-feira (15). Na mudança para o Recife, Pedro, pai do meia-atacante, irá acompanhá-lo com o intuito de auxiliar durante os primeiros meses. A proximidade fez com que o familiar percebesse que o jovem não ficou totalmente satisfeito com a negociação, embora o pedido tenha partido dele e de seu empresário, Junior Pedroso.

Em conversa com o UOL Esporte no dia em que o clube confirmou a mudança do jovem, de 22 anos, para a Ilha do Retiro, Pedro revela que o filho esperava por mais oportunidades em Belo Horizonte, onde chegou no decorrer do ano passado.

"Feliz, ele não ficou. Ele queria ter mais oportunidades e seguir jogando pelo Cruzeiro. Mas é normal esse tipo de situação. Afinal de contas é apenas um empréstimo. Ele vai voltar ao clube ainda. É importante que ele vá, pegue cancha, tenha mais oportunidades e jogue com mais frequência", afirmou.

"Eu sou suspeito para falar, mas acho que ele é um jogador talentoso e poderia ter mais oportunidades. Ele precisa jogar, ele tem que fazer o que mais gosta. Ele quer jogar futebol. Ele espera ter mais chances a partir de agora", acrescentou.

Gabriel Xavier assinará contrato de uma temporada com o Sport. O clube recifense pagou uma quantia por sua liberação e ainda se responsabilizará integralmente pelos vencimentos do meia-atacante. Os direitos econômicos do jogador não foram fixados. Ele, portanto, retorna à Toca da Raposa II ao término do vínculo.

A reportagem ainda tentou contato com Junior Pedroso, representante do apoiador. Ele, no entanto, não atendeu e tampouco retornou aos telefonemas.

Em 2016, Gabriel Xavier disputou três jogos pelo Cruzeiro, sendo dois na condição de reserva e um como titular. No somatório das partidas, ele esteve em campo por 92 minutos. Na temporada anterior, foram 23 partidas, mas apenas quatro entre os prediletos dos treinadores, o que lhe proporcionou 781 minutos atuando.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos