Victor critica 'pasto' e culpa campo ruim por derrota contra a URT

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    Goleiro criticou as condições do gramado, que sofreu com a chuva antes do jogo

    Goleiro criticou as condições do gramado, que sofreu com a chuva antes do jogo

As falhas na hora de finalizar não foram os únicos responsáveis pela derrota do Atlético-MG por 1 a 0 diante da URT. No final da partida, os jogadores lamentaram muito as condições do gramado do estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, em Patos de Minas. Uma forte chuva caiu na região do Triângulo Mineiro antes da partida, e o campo de jogo não esteve em suas melhores condições. O goleiro Victor foi aos microfones e criticou o 'pasto' em que os jogadores tiveram que atuar.

"O time batalhou, lutou, mas jogar nesse pasto fica difícil. É inadmissível você colocar em risco os jogadores num campo como esse. É difícil você jogar futebol, tocar a bola. Então, os erros que tivemos foram muitos em decorrência disso. Tivemos erros, evidentemente. A URT achou um gol, se fechou ali atrás e foi competente para manter o resultado. Mas, a gente não pode achar que jogar num campo como esse é algo normal do futebol", comentou o goleiro.

As dificuldades dos jogadores com o gramado foram identificadas principalmente na hora de dominar, conduzir a bola ou dar um passe. Atletas técnicos como Cazares e Robinho foram alguns dos que mais sentiram.

"Eles correram, lutaram, se dedicaram, mas as condições do gramado atrapalharam que eles apresentassem seu melhor futebol. Temos jogadores que têm drible e toque de bola. A gente lamenta a derrota, mas não lamenta o fato de termos corrido. Infelizmente, acharam um gol em uma bola desviada, mas isso é coisa do futebol. O campeonato segue e temos de ter nossos objetivos", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos