Risco de novo ano instável faz líder pedir rapidez para encaixar o Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Goleiro pede entrosamento e evolução para evitar novo ano instável dentro de campo

    Goleiro pede entrosamento e evolução para evitar novo ano instável dentro de campo

Por causa de uma reformulação no elenco após o bicampeonato brasileiro, o Cruzeiro sofreu com a falta de entrosamento no ano passado. Jogadores como Paulo André, Felipe Seymour, Henrique Dourado, Joel e Riascos chegaram, mas não deram conta do recado, e o time só engrenou nos últimos meses. Em 2016, o ar de desconfiança volta a rondar a Toca da Raposa e seu treinador já é questionado por ainda não ter encontrado seus onze ideais. Garantido no gol há mais de uma década, o capitão Fábio não quer repetir o filme da última temporada e alerta para a necessidade de entrar nos eixos o mais rápido.

"O ideal é se encaixar o mais rápido possível. Encaixar a equipe e o esquema tático para dar essa estabilidade aos jogadores e ao torcedor. No ano passado tivemos dificuldades. Isso ocasionou situações difíceis e cobrança. Esperamos ter uma equipe sempre jogando bem e com evolução mais rápido possível", comenta o camisa 1.

Nos últimos meses, Fábio viu oito novas caras desembarcarem em Belo Horizonte para jogarem no Cruzeiro. Dos contratados, três (Marciel, Gino e Bruno Nazário) ainda não estrearam, mas já ouviram de Deivid que receberão as oportunidades. Enquanto isso, o time titular do treinador ainda não está totalmente definido e só foi repetido uma vez.

"O ideal é se encaixar o mais rápido possível. Encaixar a equipe e o esquema tático para dar essa estabilidade aos jogadores e ao torcedor. No ano passado tivemos dificuldades. Isso ocasionou situações difíceis e cobrança. Esperamos ter uma equipe sempre jogando bem e com evolução mais rápido possível", acrescentou.

Ainda nesta semana, o clube rechaçou a possibilidade de já estar procurando um novo técnico. O presidente Gilvan de Pinho Tavares alegou não ter motivos para mandar Deivid embora, mas destacou a necessidade urgente de achar o time ideal e passar a convencer durante as partidas.

"Na minha opinião, primeiro, o treinador precisa chegar à conclusão que qual é o time ideal dele para escalar. No futebol, a gente sabe que a sequência e a continuidade ajudam bastante no rendimento do time dentro de campo" disse Gilvan, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Até o momento, o Cruzeiro tem três vitórias, três empates e uma derrota nos primeiros sete compromissos oficiais do ano. Apesar do rendimento de 57%, o time é questionado principalmente nos triunfos que teve, todos com placares apertados diante de equipes de menor expressão do interior mineiro.

Ficha técnica
Caldense x Cruzeiro

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG)
Data: 6 de março de 2016 (domingo)
Horário: às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Junio de Souza

Caldense
Neguet, Jeferson Feijão, Marcelinho, Paulão, Rafael Estevam e Marcel; Tiago Azulão, Ewerton Maradona e Álvaro ; Rafael Fernandes e Michel Benhami.
Técnico: Gian Rodrigues.

Cruzeiro
Fábio; Fabiano, Léo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Lucas Romero, Henrique e Ariel Cabral; Arrascaeta, Alisson e Willian.
Técnico: Deivid.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos