Música gospel, bola do jogo e camisa para o rival. Robinho celebra atuação

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Robinho levou a bola do jogo para casa e premiou adversário com a camisa do jogo

    Robinho levou a bola do jogo para casa e premiou adversário com a camisa do jogo

Robinho ficou 90 minutos em campo na goleada do Atlético-MG sobre o Tombense. Mas foram os últimos 35 minutos que tornaram a partida do Campeonato Mineiro especial para o jogador e para os torcedores atleticanos. Grande reforço para 2016, Robinho havia jogado duas vezes, mas sem marcar gols. Contra o Tombense ele marcou três vezes.

Entre o minuto 13 do segundo tempo e o 48, o último lance da partida, Robinho ajudou o Atlético a construir a goleada sobre o Tombense. Após comemorar o terceiro gol, já com a partida encerrada pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro, o atacante pegou uma das bolas do jogo e atravessou todo o gramado do Independência com este troféu especial.

"Vou levar a bola para casa, há muito tempo não faço isso", comentou Robinho, que optou por respostas curtas na saída do campo, tamanho o assédio dos repórteres.

"Feliz pelos gols, mas mais pela vitória. Quem vê acha que foi um jogo fácil, mas eles dificultaram bastante. O primeiro pelo Galo foi de cabeça, professor (Diego Aguirre) sempre pede para entrar na área. Estamos no caminho certo. Agora é descansar para a Libertadores", completou o atacante.

A pedido da TV Globo, Robinho pediu a música Na direção do Sol, do cantor Pezinho. E antes de entrar no vestiário, sempre com a bola do jogo debaixo do braço, o atacante fez questão de tranquilizar a torcida, já que no final da partida ele sentiu algumas dores. Mas o camisa 7 adiantou, nada que preocupa.

"Só câimbra, muito tempo sem jogar, nada sério".

Se o Tombense volta para casa com a goleada e a lanterna do Campeonato Mineiro, o volante Doriva vai ter algo que comemorar. O camisa 5 da equipe de Tombos foi premiado com a camisa usada por Robinho durante o segundo tempo. "Ele tinha prometido durante a partida. Foi difícil pegar, pois ele fez ótima partida e tinha muita gente entrevistando", disse Doriva, à Rádio Inconfidência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos