Tricordiano recua em denúncia de manipulação e garante que segue no Mineiro

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação Facebook Oficial

    Presidente disse que comunicado não foi oficial e que o time vai continuar no Mineiro

    Presidente disse que comunicado não foi oficial e que o time vai continuar no Mineiro

Um dia após emitir uma nota abrindo a possibilidade de deixar de disputar o Campeonato Mineiro de 2016, o Tricordiano, equipe de Três Corações, voltou atrás e decidiu que vai seguir na disputa do torneio estadual. Na última segunda-feira, o clube colocou em xeque a integridade do torneio, alegando manipulação de resultados. Nesta terça-feira, o presidente Gustavo Vinagre concedeu uma entrevista coletiva para explicar a situação e reafirmar que permanecerá disputando o campeonato, além de desmentir a publicação.

"O Tricordiano continua no campeonato em respeito ao torcedor, aos nossos patrocinadores e o Tricordiano continua correndo atrás de seus objetivos, primeiro a permanência na 1ª divisão e em segundo a Série D", disse o mandatário.

A intenção do presidente é de entrar com uma reclamação formal na Federação Mineira de Futebol, mas as provas ou indícios de manipulação de resultados no campeonato, conforme denunciados, não foram apresentadas. Gustavo Vinagre ainda alegou que a página no Facebook utilizada para divulgar o comunicado não é o perfil oficial da agremiação.

A direção do clube mineiro ainda reafirmou sua insatisfação com o desempenho da arbitragem no estadual, principalmente após a derrota por 1 a 0 diante da URT, em partida realizada no último final de semana com o apito de Murilo Francisco Júnior.

"O Facebook, onde foi publicada aquela nota, não é uma página oficial do clube. É de um torcedor fanático, que havia conversado comigo por telefone. Não é indícios de manipulação de resultados, quero deixar bem claro, é indícios de erros de arbitragem que vem acontecendo com o Tricordiano durante todo o campeonato, que foram jogos contra o Boa, que a gente teve um pênalti que não foi marcado e lá em Patos de Minas, onde dois pênaltis não foram marcados para a gente", acrescentou.

A Federação Mineira exigiu que o Tricordiano apresentasse uma explicação sobre o caso e só vai se manifestar após a resposta oficial do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos