Cruzeiro reage no segundo tempo e vira partida contra o Villa no Mineirão

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro

    Rafael Silva marcou o segundo gol do Cruzeiro no jogo

    Rafael Silva marcou o segundo gol do Cruzeiro no jogo

Depois de vencer e convencer no meio de semana, o Cruzeiro recebeu o Villa Nova pela 8ª rodada do estadual. Enquanto o clube celeste buscava defender a liderança do campeonato e quem sabe até ampliar sua vantagem na ponta, o time de Nova Lima almejava quebrar um tabu sem vitórias no Mineirão que já durava mais de 17 anos e continuar firme na luta por um lugar no G-4. Em campo, as equipes fizeram um primeiro tempo fraco e sem emoção, mas balançaram as redes por cinco vezes na etapa final, que terminou com uma vitória de virada, já no apagar das luzes, do Cruzeiro por 3 a 2.

Os gols da partida foram marcados por Manoel, Rafael Silva e Bruno Rodrigo, pelo lado do Cruzeiro, Fábio Júnior e Mancini, pelo Villa. Com o resultado, o Cruzeiro garante a liderança e a classificação, agora com 20 pontos, enquanto o Villa Nova permanece com 13.

CRUZEIRO x VILLA NOVA

Motivo: 8ª rodada, Campeonato Mineiro 2016
Data/Hora: 20/03/2016, às 16h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Leandro Salvador da Silva

GOLS: Fábio Júnior, 1'2ºT (0-1); Manoel, 23'2ºT (1-1); Mancini, 27'2ºT (1-2); Rafael Silva, 29'2ºT (2-2); Bruno Rodrigo, 45'2ºT (3-2)
Cartões amarelos: Rafael Silva, De Arrascaeta, Élber, Marciel (CRU); Tiago Baiano, Thiago Silvy, Soares, Mancini (VIL)
Cartão vermelho: Mancini (VIL).
Público/Renda: 11.477 presentes/R$304.594,00.

CRUZEIRO: Fábio; Fabiano, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Lucas Romero (Élber - 7'2ºT), Henrique e Marciel; De Arrascaeta (Pisano - 16'2ºT), Alisson e Rafael Silva (Douglas Coutinho - 37'2ºT). Técnico: Deivid.

VILLA NOVA: Thiago Leal, Tiago Baiano (Antônio Carlos - 26'2ºT), Gabriel, Rafael Morisco e Marcelo Tchê; Luís Felipe, Marielson e Mancini; Thiago Silvy, Soares e Fábio Júnior (Roger Guerreiro - 35'2ºT). Técnico: Wilson Gottardo.

Fases do jogo

  • Primeiro tempoCom cinco minutos de jogo, o Villa já tinha chegado por três vezes ao gol de Fábio. Sem conseguir encaixar a marcação, o Cruzeiro sofreu com as descidas pelos lados e demorou um pouco para equilibrar o duelo. O cenário da etapa inicial foi de um anfitrião que até carimbou a trave e teve mais posse de bola, mas não foi objetivo, errou muitos passes e não empolgou devido à falta de criatividade em campo, diante de um adversário que também não marcou, mas esteve melhor distribuído e com mais apetite pelo gol.
  • Segundo tempoO Villa retornou com a mesma pegada e inaugurou o marcador no primeiro minuto, com o ex-cruzeirense Fábio Júnior (aquele mesmo). Hoje com 38 anos, o atacante recebeu o cruzamento de Mancini e testou firme para marcar. Em desvantagem, o Cruzeiro acordou no jogo e empatou com Manoel, pegando o rebote após cabecear a bola na trave. O cenário favorável para a virada caiu por terra após Mancini tabelar com Fábio Júnior e recolocar o Villa na frente. Mas mal deu tempo para comemorar e Rafael Silva deixou tudo igual no minuto seguinte. No final do jogo, Bruno Rodrigo subiu para o ataque e marcou o gol da vitória. Mancini, que era um dos melhores jogadores em campo, ainda recebeu o cartão vermelho no final. 3 a 2 placar final.

Destaques

  • Bola rolando! Só que não...O juiz até chegou a apitar o início do jogo, mas a bola não rolou porque o sistema de irrigação disparou em campo. Três minutos depois, funcionários conseguiram resolver o problema e a partida foi iniciada.
  • Velhos conhecidosSoares, Kerlon 'Foquinha', Fábio Júnior e Wilson Gottardo. Todos eles já passaram pelo Cruzeiro e reencontraram o clube celeste no Mineirão. Quando passou pela Toca, Fábio Júnior levantou quatro títulos, mesmo número que o hoje técnico Gottardo, capitão cruzeirense na conquista da Libertadores.
  • Há quase 20 anos atrás...Na final do estadual de 1997, Cruzeiro e Villa Nova protagonizaram o maior público na história do Mineirão. Na ocasião, o time da capital levantou o caneco diante de 132.834 torcedores presentes no Gigante da Pampulha.

Próximos Jogos - Cruzeiro

  1. Cruzeiro CRU
    Boa Esporte Clube BOA
  2. Racing Club RAC
    Cruzeiro CRU
  3. Atlético-MG CAM
    Cruzeiro CRU
  4. Cruzeiro CRU
    URT URT
  5. Patrocinense CAP
    Cruzeiro CRU

Próximos Jogos - Villa Nova-MG

  1. Patrocinense CAP
    Villa Nova-MG VMG
  2. Villa Nova-MG VMG
    Caldense-MG CAL
  3. Democrata-GV DGV
    Villa Nova-MG VMG
  4. Villa Nova-MG VMG
    América-MG AMG

UOL Cursos Online

Todos os cursos