Artilharia e rápida adaptação animam talismã do Cruzeiro para o clássico

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Rafael é o reserva de Willian, mas já marcou cinco gols e é o artilheiro do time em 2016

    Rafael é o reserva de Willian, mas já marcou cinco gols e é o artilheiro do time em 2016

O atacante Rafael Silva vem aproveitando bem a sequência de lesões do companheiro Willian para fazer seu filme no Cruzeiro. Contratado no início deste ano, o atacante desembarcou em Belo Horizonte com a fama de talismã e o apelido já surte efeito nos primeiros meses. Apesar de não se firmar como titular, o jogador já marcou cinco gols em nove jogos e é o artilheiro do time na temporada. Com histórico positivo em clássicos, Rafael está confirmado neste domingo de Páscoa e será uma das armas de Deivid contra o rival Atlético.

"Deixo para cair a ficha no dia do jogo, tem gente que fica preocupado durante a semana, mas deixo para ficar assim quando estou chegando ao estádio, aí lá dentro de campo a gente resolve".

Enquanto esteve no Vasco, Rafael venceu cinco clássicos, empatou dois e perdeu apenas um. O atacante marcou o único gol na primeira final do Carioca contra o Botafogo, já aos 47 minutos. Na partida da volta, voltou a marcar também aos 47 minutos, mas do primeiro tempo, e ajudou seu time a vencer a sagrar-se campeão após 12 anos na seca. Pela Copa do Brasil, Rafael esteve iluminado. No jogo de volta, contra o Flamengo, o atacante entrou aos 35 minutos do segundo tempo e balançou as redes dois minutos mais tarde, decretando a classificação cruz-maltina.

"A gente sabe como é o clássico. Já vivi muitos clássicos, principalmente no Rio de Janeiro. É muito complicado. A semana é agitada, cheia de adrenalina. Mas a gente não pode mudar nada, tem que trabalhar da mesma maneira pra tentar conseguir a vitória".

A 'sorte' de Rafael Silva também vai além dos gols dentro de campo. Em 2014, o atacante estava naquele time do Ituano que superou o Santos e venceu o Campeonato Paulista. No ano seguinte, formou o elenco vascaíno que faturou o Carioca.

Esta será a terceira partida de Rafael Silva no Independência. Até o momento, o jogador já visitou o Horto jogando pelo Vasco e saiu vencedor contra o América-MG, ainda pela Série B de 2014, mas levou de 3 a 0 para o Atlético-MG no Brasileirão do ano passado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos