Semana de clássico faz cruzeirense "suspender" amizade com artilheiro rival

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • AFP PHOTO/Juan Mabromata

    Cabral e Pratto são amigos desde 2012, quando atuaram juntos no Vélez Sarsfield

    Cabral e Pratto são amigos desde 2012, quando atuaram juntos no Vélez Sarsfield

Não é segredo para ninguém que Ariel Cabral, volante do Cruzeiro, e Lucas Pratto, atacante do Atlético-MG, são amigos de longa data. Companheiros de equipe nos tempos de Vélez Sarsfield, a dupla desembarcou em clubes diferentes de Belo Horizonte na temporada passada e nem mesmo a rivalidade colocou fim à parceria. Mas pelo menos uma pausa momentânea essa amizade certamente irá sofrer. Isso porque se depender do jogador cruzeirense, nenhum contato será feito com o artilheiro alvinegro nesses dias que antecedem o clássico mineiro. Em tom de bom humor, Ariel brinca que não quer nem falar com o amigo na véspera do jogo que representa a maior rivalidade em Minas Gerais, marcado para às 11h deste domingo.

"Esta semana não conversamos. Eu sempre converso com ele, para saber como está a família, mas nem nos falamos nesta semana. Também não sei se ele quer falar comigo. Mas depois do clássico a gente volta a conversar", brincou o argentino.

Suspenso no último jogo contra o Villa Nova, Ariel Cabral está novamente à disposição de Deivid no Cruzeiro. Acostumado com as rivalidades argentinas (o San Lorenzo passou a ser o principal rival do Vélez nos últimos anos), o volante não crê que a mineira deixe a desejar neste domingo.

"Os clássicos são iguais em todo mundo, com muita pressão. São jogos com coração, com muita gana. O primeiro time que tem um erro perde. É preciso estar atento durante os 90 minutos, porque você não sabe o que se passará até que o árbitro apite o final".

Enquanto o amigo Lucas Pratto já enfrentou o Cruzeiro por três vezes e marcou dois gols, este será o segundo clássico de Cabral, que jogou também no empate por 1 a 1 no Mineirão, pelo Brasileirão passado. Na ocasião, a partida também representou a estreia como titular do volante, que não sentiu o peso da partida e colheu elogios.

"É uma partida a parte. Sabemos da importância que é este clássico. No Campeonato Mineiro estamos em primeiro, mas temos que ganhar, essa é uma partida à parte, estamos ansiosos para o jogo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos