Lauro é apresentado no Atlético-MG e revela inspiração no amigo Victor

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Lauro chegou, treinou e foi apresentado como reforço do Atlético-MG para 2016

    Lauro chegou, treinou e foi apresentado como reforço do Atlético-MG para 2016

O Atlético-MG apresentou nesta quarta-feira o goleiro Lauro, de 35 anos, que chega para suprir as ausências de Victor e Giovanni, ambos no departamento médico. O jogador que estava no Lajeadense, do Rio Grande do Sul, assinou contrato até o final da temporada. E o primeiro dia na Cidade do Galo já foi de muito trabalho. Lauro foi o último a deixar o campo, já depois das 18h.

A chegada ao Atlético marca o reencontro com um amigo, que já foi rival. Durante um período, entre os anos de 2008 e 2009, Lauro e Victor eram os goleiros titulares de Internacional e Grêmio, respectivamente. Rivalidade apenas em campo. Fora dele muita amizade, inclusive entre as esposas dos dois jogadores.

Motivo pela qual Lauro confessou ter torcido bastante pelo Atlético durante a Libertadores de 2013. E repetir a história de Victor em Minas Gerais, ou chegar perto é uma grande meta de Lauro. Nada de fazer gols, como fez por Ponte Preta e Portuguesa. Pelo Atlético, Lauro quer brilhar embaixo das traves.

"Tive chance de fazer dois gols que ficarão marcados, contra o mesmo time, o Flamengo. Invejo o Victor, que foi herói debaixo do gol, defendendo bolas. Vibrei muito com ele. Na época que cheguei ao Inter, travávamos grandes duelos, nunca deixamos de ser amigos e morávamos no mesmo condomínio e nossas esposas são amigas. Ele fez o papel dele defendendo. Espero fazer o mesmo", disse o goleiro, que acredita ser possível jogar em alto nível por mais alguns anos.

"Quero demonstrar meu trabalho, comprovar a qualidade dentro de campo. Temos que ir por parte, vou aproveitar tudo. O clube tem o Chiquinho, um dos grandes treinadores do Brasil. A gente vê Fernando Prass, Dida, Rogério e Marcos, que fizeram a diferença numa idade. Vou comprovar isso no dia a dia", completou Lauro.

Como Giovanni vai ficar pelo menos seis semanas afastado dos gramados, só a partir de então vai poder voltar a treinar com bola, ele que vai ser substituído na lista de inscritos na Copa Libertadores. Inclusive, Lauro já teve o nome divulgado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e está à disposição do técnico Diego Aguirre, para o jogo deste sábado, contra o Villa Nova, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos