Vantagem no Mineiro já ajudou Cruzeiro em título, mas histórico joga contra

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Gualter Naves/Light Press

    Em 2014, Cruzeiro ficou com o título após dois empates sem gols contra o rival Atlético

    Em 2014, Cruzeiro ficou com o título após dois empates sem gols contra o rival Atlético

Após a vitória no clássico do último domingo, o técnico Deivid minimizou o triunfo e os seis pontos de vantagem na liderança do Campeonato Mineiro. Para ele, o futebol a ser apresentado em uma eventual final será mais importante. No entanto, o triunfo sobre o rival deixou o clube celeste bem perto de confirmar a liderança e ter uma vantagem importante na fase de mata-mata: a de decidir os confrontos em casa e jogar por dois empates ou uma vitória e derrota, desde que tenham o mesmo saldo de gols.

Apesar do histórico desfavorável aos líderes na primeira fase, o título estadual de 2014 serve como exemplo de como a vantagem da liderança pode ser crucial para confirmar o título.

Há dois anos, Atlético e Cruzeiro travaram duelos equilibradíssimos e não conseguiram balançar as redes em clássicos. Na primeira fase, empate sem gols no Horto. Nas finais, os confrontos no Independência e Mineirão também terminaram em 0 a 0. Como a vantagem pela liderança na fase inicial, o Cruzeiro terminou beneficiado e ficou com o título.

"Essa vantagem é importante. Em 2014 conseguimos o título contra o Atlético em cima dessa vantagem, com dois empates na final, e fomos campeões. Claro que não vamos jogar só em cima disso, mas é importante terminar em primeiro, porque pode ajudar bastante".

Se por um lado a liderança já faz com que o Cruzeiro saia com um pé na frente dos adversários no mata-mata, por outro, o histórico não joga tão a favor. Desde que o Campeonato Mineiro passou a ser disputado com semifinais e finais, em 2004, em apenas quatro vezes o líder da primeira fase terminou o torneio com a taça de campeão. Nas outras oito oportunidades, o primeiro colocado foi eliminado mesmo com a vantagem. Foi assim no ano passado, quando o Cruzeiro decidiu a semifinal no Mineirão, mas sofreu a virada e caiu para o Atlético.

Para garantir o topo da tabela, o Cruzeiro só precisa de pelo menos um empate nos próximos dois jogos restantes. O compromisso deste final de semana será diante do Guarani, lanterna que visita o líder no Mineirão. No final de semana seguinte, os comandados de Deivid se despedem da primeira fase visitando o Boa Esporte, em Varginha.

"É importante fazermos um bom jogo e já garantir a primeira colocação. Temos que fazer isso o quanto antes. Se for necessário, o Deivid pode experimentar alguma formação no último jogo ou testar alguém. Vamos jogar em casa, somos fortes no Mineirão e por isso vamos buscar a vitória de qualquer forma", completou o zagueiro.

Abaixo, as ocasiões em que o líder da primeira fase foi eliminado no mata-mata ou terminou campeão:

Mineiro de 2004 (14 equipes)
Atlético líder na primeira fase, Cruzeiro campeão

Mineiro de 2005 (campeonato disputado no modelo atual, com 12 equipes)
Cruzeiro líder na primeira fase, Ipatinga campeão

Mineiro de 2006
Ipatinga líder na primeira fase, Cruzeiro campeão

Mineiro de 2007
Cruzeiro líder na primeira fase, Atlético campeão

Mineiro de 2008
Cruzeiro líder na primeira fase e campeão

Mineiro de 2009
Atlético líder na primeira fase, Cruzeiro campeão

Mineiro de 2010
Cruzeiro líder na primeira fase, Atlético campeão

Mineiro de 2011
Cruzeiro líder na primeira fase e campeão

Mineiro de 2012
Atlético líder na primeira fase e campeão

Mineiro de 2013
Cruzeiro líder na primeira fase e Atlético campeão

Mineiro de 2014
Cruzeiro líder na primeira fase e campeão

Mineiro de 2015
Caldense líder na primeira fase, Atlético campeão

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos