Treino pode definir mudança no gol do Atlético-MG contra o Tricordiano

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Lauro foi reserva nas duas últimas partidas do Atlético-MG e pode estrear contra o Tricordiano

    Lauro foi reserva nas duas últimas partidas do Atlético-MG e pode estrear contra o Tricordiano

Um treino. É o que o técnico Diego Aguirre vai ter para armar o time que vai mandar a campo neste domingo, na última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro. Já classificado, o Atlético-MG precisa de apenas um empate diante do Tricordiano para assegurar a segunda colocação e, assim, levar as vantagens para a semifinal.

Como o duelo com a equipe de Três Corações está entre duas partidas da Copa Libertadores – Independente Del Valle e Melgar –, a tendência é que o treinador atleticano opte por uma equipe reserva. Uma baixa certa é o atacante Lucas Pratto, que está suspenso. E entre as alterações que Aguirre pode fazer, uma é no gol.

O experiente Lauro, de 35 anos, contratado às pressas, para suprir o período com Victor e Giovanni no departamento médico, tem boa chance de fazer seu primeiro gol pelo Atlético. O goleiro não esconde a expectativa de estrear no gol atleticano.

"Quando a gente chega num clube, a gente treina e trabalha à espera de uma oportunidade. Mas quem escala é o treinador, a comissão técnica", disse Lauro, que garante estar pronto, caso seja escolhido por Diego Aguirre.

"A gente está sempre pronto, para quando aparecer a oportunidade a gente aproveitar da melhor maneira possível. Estou trabalho e, lógico, se surgir a oportunidade eu vou ficar bastante feliz".

A entrada de Lauro atenderia um pedido de parte da torcida. Titular na meta alvinegra nas três últimas partidas, o jovem goleiro Uilson falhou em dois jogos, contra Cruzeiro e Independiente Del Valle. Motivo que fez o jogador ser bastante criticado, especialmente depois da derrota do Atlético no Equador. Uilson não exime da responsabilidade. Ele não esconde que teve uma noite infeliz na última quarta-feira.

"Quero agradecer a confiança do professor (Diego Aguirre) tem me passado desde o início. Também quero pedir desculpas ao torcedor pelo resultado", disse Uilson, que após três partidas pode voltar para o banco de reservas.

Então, quem vai ser o goleiro do Atlético enquanto Victor não volta? Resposta que Diego Aguirre pode responder neste sábado, na única atividade do elenco alvinegro em Belo Horizonte, antes da partida com o Tricordiano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos