Atlético-MG sofre quatro gols no Independência pela primeira vez

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Victor voltou a jogar exatamente um mês depois de sua última partida pelo Atlético-MG

    Victor voltou a jogar exatamente um mês depois de sua última partida pelo Atlético-MG

Na tabela de classificação da primeira fase do Campeonato Mineiro, a derrota por 4 a 2 para o Tricordiano não mudou em nada a situação do Atlético-MG. A equipe do técnico Diego Aguirre terminou com 20 pontos e garantido na segunda colocação. Porém, o resultado vai além disso. Pode trazer consequências ruins, como maior pressão da torcida a partir de agora.

De quebra, pela primeira vez o Atlético sofreu quatro gols no novo Independência. Logo na partida em que Victor retornou ao gol alvinegro. A partida vai deixar marcas, garantiu o camisa 1 do Atlético.

"Vai doer sim. Estamos comprometidos e uma derrota como essa vai doer e vai servir como motivação para quinta-feira", disse o arqueiro, já projetando o próximo compromisso pela Copa Libertadores.

Se a derrota e da forma como foi vai deixar o torcedor atleticano machucado, pelo menos o jogo contra o Tricordiano serviu para mostrar que Victor está totalmente recuperado. No dia 16 de março o camisa 1 do Atlético passou por uma artroscopia no joelho direito, com prazo de recuperação entre quatro e seis semanas.

Victor voltou antes e está confirmado para o importante confronto com o Melgar, pela Copa Libertadores, nesta quinta-feira, pela Copa Libertadores.

"O joelho não incomodou em nada, mas preciso evoluir tecnicamente. Fico feliz por conseguir suportar os 90 minutos", completou Victor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos