Fã de NBA, meia do Cruzeiro faz até disputa de videogame com amigo

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Reprodução Instagram

    Ao lado da esposa Paloma, Alisson acompanha partida entre Orlando Magic e Cleveland Cavaliers na Amway Center, em Orlando

    Ao lado da esposa Paloma, Alisson acompanha partida entre Orlando Magic e Cleveland Cavaliers na Amway Center, em Orlando

Alisson mede 1,74 metro. A altura, certamente, o impediria de praticar esportes como basquete ou vôlei. Autor de quatro gols e uma assistência em 14 jogos, o meia-atacante do Cruzeiro é bom mesmo com a bola nos pés. Contudo, o seu talento para o futebol não atrapalha o gosto por outros esportes.

O jovem revelado na Toca da Raposa nunca pensou em praticar uma modalidade distinta, mas é apaixonado por basquete. Ou melhor, tornou-se um fã. A admiração é recente. Bastou uma viagem aos Estados Unidos para fazê-lo gostar do esporte, sobretudo da NBA.

"Fora de campo, eu sou bem tranquilo. Eu fico mais com a minha esposa dentro de casa. Eu assisto muito ao basquete. Não gostava tanto até eu ir aos Estados Unidos ver um jogo. Hoje, quase todos os dias à noite, eu ligo na ESPN ou SporTV para assistir aos jogos de basquete. É isso. Eu prefiro ficar com a minha família fora de campo", afirmou ao UOL Esporte.

O fanatismo fez com que Alisson tenha passado a praticar o basquete. Mas ele não se arrisca nas quadras de verdade. O meio-campista é adepto dos games. A versão da 2k Sports – NBA 2k16 – é a escolhida pelo jovem. E a companhia predileta para os duelos é outro jogador do Cruzeiro.

"Eu jogo futebol e NBA. Eu jogo mais NBA quando eu estou com o Elber. Ele também é muito viciado. Ai dá para eu treinar com ele", contou aos risos, sem querer revelar quem é o melhor da dupla nos jogos disputados quando estão na concentração.

Se, por um lado, prefere não dizer quem é o melhor nos games de basquete na Toca da Raposa II, por outro, não tem dificuldades ao apontar os seus prediletos no esporte. O Golden State Warriors, time que superou o Chicago Bulls de 1995/96 ao alcançar 73 triunfos na temporada regular, é mencionado pelo atleta ao lado de outras duas equipes:

"Eu gosto muito do Golden State Warriors, do Cleveland Cavaliers e do Oklahoma City Thunder também. Para mim, são as três melhores", comentou.

A admiração pelos Warriors acarreta em elogios a Stephen Curry. A sensação da NBA, porém, não é o único ídolo. LeBron James também aparece na lista. Ele assistiu ao jogo entre Orlando Magic e Cleveland Cavaliers em dezembro na Amway Center, na Flórida.

"Eu gosto muito do Stephen Curry e do LeBron (James). Eu tive a oportunidade de ver o LeBron nos Estados Unidos. É um cara fantástico mesmo como jogador. Agora eu tenho vontade de ver o Stephen Curry jogar também", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos