Deivid muda data de concentração após cobranças da diretoria do Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Técnico Deivid orienta jogadores do Cruzeiro em treinamento na Toca da Raposa

    Técnico Deivid orienta jogadores do Cruzeiro em treinamento na Toca da Raposa

O vice-presidente de futebol Bruno Vicintin concedeu entrevista coletiva nessa quinta-feira (21) com o intuito de cobrar melhores resultados do Cruzeiro na temporada. E o treinador já reagiu às exigências da diretoria. Ele alterou a programação e antecipou a concentração dos atletas para o jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro, diante do América-MG.

A partida será disputada no domingo (24), às 16h (de Brasília), no Mineirão. O normal seria que os atletas se reunissem no hotel da Toca da Raposa II somente neste sábado, após o treino marcado para as 10h. Entretanto, o ex-centroavante optou por uma mudança e o regime de concentração se iniciará após o trabalho desta sexta-feira, que se iniciará às 15h30, conforme programação divulgada.

O clube ainda não confirmou a antecipação da concentração por meio de sua assessoria de imprensa, como acontece normalmente, mas os jogadores já foram informados que será necessário iniciar o regime nesta sexta. Alguns tiveram que desmarcar compromissos pessoais às pressas por conta da alteração.

As declarações de Bruno Vicintin aconteceram no dia seguinte à igualdade em 0 a 0 com o Campinense-PB, pela segunda fase da Copa do Brasil. Outro ponto que motivou a entrevista coletiva foi o revés para o América-MG, no sábado passado, por 2 a 0, válido pela partida de ida da semifinal do Campeonato Mineiro.

Em sua aparição na imprensa, o vice-presidente de futebol do clube concedeu as seguintes declarações:

"Não podemos falar sim ou não (sobre uma demissão de Deivid após uma eventual desclassificação). Mas todos vivem de resultados, principalmente no futebol profissional. Não esperamos colocar pressão dessa na comissão e em jogadores. É claro que esperamos bom jogo, passar e chegar às finais", comentou, descartando uma troca no comando do clube às vésperas de um clássico decisivo pela semifinal mineira.

"Trocar um treinador a três dias de uma decisão seria muito precipitado de nossa parte. Oscilações são normais. A gente assume toda a responsabilidade, não estamos satisfeitos, ninguém está. Decidir a três dias de uma semifinal seria praticamente entregar os pontos. A gente acredita que ainda tem jeito de reverter", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos