Diretor do Atlético-MG provoca Mano e Cruzeiro: "A vitória foi 'limpa'"

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Mano Menezes se envolve em nova polêmica com o arquirrival Atlético-MG

    Mano Menezes se envolve em nova polêmica com o arquirrival Atlético-MG

O erro da arbitragem na vitória do Cruzeiro sobre o Tricordiano, neste domingo (5), no Mineirão, repercutiu no Atlético-MG. Lásaro Cândido Cunha, diretor jurídico do clube alvinegro, ironizou a situação em seu perfil no Twitter.

"A vitória foi "limpa" e o "povão presente"... rs", escreveu o dirigente atleticano em suas redes sociais. A provocação é alusiva às declarações de Mano Menezes na primeira rodada do Estadual e à campanha de marketing da Raposa, em que se denomina "Time do Povo".

A brincadeira do cartola atleticano é devido ao fato de o técnico ter provocado o Atlético-MG, às vésperas do clássico válido pela rodada de estreia da Primeira Liga. Na ocasião, o comandante alegou que o triunfo de seu time sobre o Villa Nova foi 'limpo': "A vitória foi limpa, o que sempre deixa a gente contente, pois o gol foi natural, certinho, não teve pênalti duvidoso, nada. Isso me deixa tranquilo".

O curioso é que, no dia anterior ao triunfo da Raposa, o arquirrival havia vencido o América/TO, no estádio Independência, com um pênalti polêmico sobre o centroavante Fred. O fato foi classificado como uma provocação ao principal oponente do Cruzeiro.

Lásaro Cândido Cunha provocou ainda o público presente no Mineirão neste fim de semana. Segundo publicação da Minas Arena, gestora do Mineirão, houve 4.612 pagantes e 7.145 presentes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos