Em tarde de reencontros, Cruzeiro pega Tupi do CR7 brasileiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    No duelo contra o Tupi, Mano voltará a escalar os principais jogadores do Cruzeiro

    No duelo contra o Tupi, Mano voltará a escalar os principais jogadores do Cruzeiro

Dois dias depois de entrar em campo pela Primeira Liga, diante do Chapecoense, o time do Cruzeiro volta suas atenções para o estadual. Nesta tarde de sábado, a equipe da capital visita o Tupi, em Juiz de Fora. Invictos na temporada, os comandados de Mano Menezes entram em campo em busca da terceira vitória seguida na competição, enquanto o Galo Carijó ainda busca seu primeiro triunfo. Em campo, o compromisso marcará o reencontro de velhos conhecidos nas duas equipes, além de contar com a presença do folclórico atacante Flávio Caça-Rato, o "CR7 brasileiro", que hoje defende as cores do Tupi.

Ídolo do Santa Cruz, onde brilhou e foi artilheiro, Caça-Rato foi contratado pelo time de Juiz de Fora em janeiro deste ano. Na nova equipe, o jogador busca também um recomeço após duas temporadas apagadas no Remo, Guarani e Duque de Caxias. Até o momento, o atacante de 30 anos rendeu abaixo o esperado, passando em branco e apresentando desempenho tímido nas duas primeiras rodadas contra o Tombense e América-TO.

Na equipe que pega o Cruzeiro, alguns rostos já passaram pela equipe celeste. O atacante Ruan, de 19 anos, está emprestado à equipe de Juiz de Fora, enquanto o volante Emerson foi companheiro de Mayke, Elber, Alisson e Lucas Silva nas categorias de base da Raposa. Além disso, o comandante será Éder Bastos, que também já passou pelo time celeste nos tempos de jogador.

Do lado oposto, Hudson também irá reencontrar seu antigo clube. Natural de Juiz de Fora, o jogador passou pelo Tupi antes de ser revelado pelo Santos e se projetar para o futebol nacional com a camisa do São Paulo. O volante, no entanto, não deverá começar a partida, já que Mano Menezes pretende voltar a escalar seus principais jogadores para a partida.

"Com 24 horas de recuperação é impossível repetir a equipe de ontem (Chapecoense) no jogo contra o Tupi. Quando planejamos isso, traçamos uma estratégia para ter as duas equipes com a capacidade física muito boa, de enfrentar os jogos. É impossível render bem com curta recuperação. A escolha que fiz foi montar duas equipes diferentes para ter entrosamento nas duas, sem misturar muito. Temos, no mínimo, duas equipes de qualidade. Na prática, as oportunidades estão respeitando o discurso. Daqui a pouco, vamos repetir a mesma estratégia", falou Mano Menezes.

TUPI x CRUZEIRO

Motivo: 3ª rodada, Campeonato Mineiro 2017
Data/Hora: 11/02/2017, às 16h30
Local: Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Assistentes: Magno Arantes Lira e Frederico Soares Vilarinho (ambos de MG)

TUPI: Gideão; Euller, Elivelton, Edmário e Bruno Santos; Bonilha, Marcel, Juninho; Caça-Rato, Carlos Júnior e Matheus Pato. Técnico: Éder Bastos.

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Léo, Manoel e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral e Robinho; Alisson, Arrascaeta e Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos