Com dois de Henrique, Cruzeiro vence e segue na cola do rival Atlético-MG

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Cruzeiro

    Cruzeiro venceu sexta partida seguida no Mineirão e segue imbatível no estádio em 2017

    Cruzeiro venceu sexta partida seguida no Mineirão e segue imbatível no estádio em 2017

Complementando a quinta rodada do estadual, o Cruzeiro recebeu a Caldense em Belo Horizonte e venceu por 2 a 1 dentro do Mineirão. A sexta vitória seguida no estádio, sendo a terceira pelo Campeonato Mineiro, foi alcançada com dois gols do capitão Henrique, ainda no primeiro tempo, depois de muito martelar para superar a forte retranca adversária. A Caldense diminuiu com Wellington Rato, já no último lance da partida.

Com o triunfo, o Cruzeiro foi aos 13 pontos na tabela e segue na cola do rival e líder Atlético-MG, que tem dois a mais. A Caldense fica com cinco e permanece na sétima colocação, vigiada de perto pelos times que beiram a zona de rebaixamento.

Capitão Henrique marca duas vezes em seu 360º jogo

Washington Alves/Cruzeiro

Com exceção do goleiro Fábio, ninguém mais no elenco do Cruzeiro tem tantos jogos quanto o capitão Henrique. Nesta noite, o volante completou 360 partidas com a camisa celeste e foi o nome do jogo, chegando aos 25 gols pelo clube. O primeiro deles aconteceu após escanteio de Robinho e um desvio de Ariel Cabral que foi de encontro ao dono da braçadeira. Já o segundo veio após o rebote do goleiro Neguetti, que não conseguiu segurar a forte cabeçada de Manoel.

Jogo de paciência do Cruzeiro durou meia hora antes de abrir o placar

Washington Alves/Cruzeiro

O início de jogo foi bastante complicado para o Cruzeiro. Apesar de não sofrer grandes ameaças da Caldense, a equipe teve muitas dificuldades para encontrar espaços na fortíssima retranca. Não faltou movimentação dos atletas, jogadas pelas laterais e tiros em longa distância. Mas o ferrolho só foi superado aos 30 minutos, em um lance de escanteio que terminou com o gol de Henrique. Só então o time celeste encontrou mais facilidade para desestruturar a linha defensiva rival e voltar a marcar, novamente com o capitão. Apesar de passar em branco no segundo tempo, a equipe de Mano Menezes seguiu controlando a partida e construiu as melhores oportunidades. No apagar das luzes, a zaga cochilou e foi vítima de um golaço de cobertura dos visitantes.

Caldense defendeu como pôde e aguentou até onde podia

Eram pelos menos seis jogadores na primeira linha defensiva da Veterana a cada ataque do Cruzeiro. Bem organizada e marcando em cima, a Caldense não teve vergonha de deixar seu campo de ataque praticamente vazio na maior parte do tempo e quase não deu espaços aos anfitriões. Nos poucos lances em que subiu seus jogadores, Diego Clementino e Zambi foram os mais acionados. Hygor teve a melhor chance, ainda no primeiro tempo, mas parou na boa defesa do goleiro Rafael. Após levar o primeiro gol, foi obrigada a sair para o jogo, mas acabou cedendo espaços e voltou a sofrer com a ofensiva adversária. No apagar das luzes, chegou ao seu gol de honra com Rato, que encobriu Rafael e marcou um golaço.

Intoxicação alimentar deixou dois de molho na Veterana

Cinco jogadores da Caldense tiveram uma intoxicação alimentar na véspera da partida. O reserva César e os titulares Hygor e Leandro Oliveira se recuperaram a tempo. Já o camisa 10 e cérebro do time, Ewerton Maradona, e o atacante Luiz Eduardo até chegaram a aquecer no vestiário, mas sequer conseguiram ficar no banco de reservas.

CRUZEIRO 2x1 CALDENSE

Motivo: 5ª rodada, Campeonato Mineiro 2017
Data/Hora: 02/03/2017, às 20h30
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Jerferson Antônio da Costa (MG)
Assistentes: Breno Rodrigues e Douglas Almeida Costa (ambos de MG)

GOLS: Henrique, 30'1ºT (1-0), 37'1ºT (2-0); Wellington Rato, 47'2ºT (2-1)
Cartões amarelos: Diogo Barbosa (CRU); Eduardo Mineiro, Zambi (CAL)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 9.238 pagantes/11.311 presentes/R$185.701,00.

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel (Mayke - Intervalo), Léo, Manoel e Diogo Barbosa (Fabrício - 21'2ºT); Henrique, Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves (Alisson - 18'2ºT), Arrascaeta; Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes.

CALDENSE: Neguetti; Jean Michel, Thiago Carpini, Hélio e Rafael Estevam; Eduardo Mineiro, Hygor (Álvaro - 26'2ºT) e Diego Clementino; Leandro Oliveira (Wellington Rato - 10'2ºT), Zambi e Rafamar (Edu - 31'2ºT). Técnico: Thiago Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos