Mano celebra vitória do Cruzeiro, mas faz cobrança: "Demora a matar o jogo"

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Mano Menezes fez a sua análise do triunfo do Cruzeiro sobre o América/TO

    Mano Menezes fez a sua análise do triunfo do Cruzeiro sobre o América/TO

Mano Menezes deixou o estádio Nasri Mattar satisfeito com a vitória do Cruzeiro sobre o América/TO, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. O treinador, contudo, puxa a orelha de seus comandados por conta dos erros de finalização.

O treinador crê que a equipe não pode dar "sopa para o azar" nos confrontos disputados neste início de temporada:

"O Cruzeiro fez um bom jogo dentro das condições que se apresentavam, tomou a iniciativa, criou oportunidades desde o início pelo lado esquerdo com mais força. Demorou um pouco a marcar, mas mesmo assim saiu na frente", comentou.

"Mas está cometendo aquele pecado de demorar demais para matar o jogo. No futebol você não dá sopa para o azar porque o adversário vai ter uma chance. O América teve, num chute cruzado, que o Rafael fez uma grande defesa. Precisamos amadurecer", acrescentou.

Embora tenha dado uma bronca em seus atletas, o técnico gaúcho destaca a forma de atuar do adversário, que ocupa a lanterna do Campeonato Mineiro:

"O adversário jogou mais fechado no primeiro tempo, estabeleceu uma estratégia inteligente. Soltou mais no segundo tempo, sabe que é assim, é difícil para o adversário vir jogar aqui e manter 90 minutos do ritmo. Quando você não define o jogo, como não definimos, você cria uma situação, uma insegurança para a equipe. Daqui a pouco pode entrar uma bola... São as características de um jogo. Mas tivemos mérito, precisamos trabalhar um pouco mais a bola no segundo tempo e se manter inteiro. Esse foi o objetivo e fomos bem", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos