Camisa usada pelo Atlético-MG contra o Tupi não será vendida nas lojas

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Camisa do Atlético-MG recebeu três listras adicionais apenas para o jogo com o Tupi

    Camisa do Atlético-MG recebeu três listras adicionais apenas para o jogo com o Tupi

Quando os jogadores do Atlético-MG deixaram o vestiário do Independência rumo ao gramado para o confronto com o Tupi a novidade que chamou a atenção estava na camisa de jogo. Três listras adicionais foram colocadas, na parte de trás do uniforme. A medida foi adotada para que o Atlético pudesse usar a camisa listrada no jogo com a equipe de Juiz de Fora, válido pela sétima rodada do Campeonato Mineiro. Mas é um modelo de camisa que não vai ser vendido ao torcedor.

Em janeiro, pouco após anunciar o retorno ao clube alvinegro por mais quatro anos, a Topper lançou duas camisas provisórias do Atlético, uma listrada e uma branca, que vão ser utilizadas pelo time até o começo de abril, quando será lançada a coleção 2017. No entanto, a camisa de jogo número 1 trouxe uma inovação que não caiu no gosto dos atleticanos. Nenhuma listra na parte de trás do uniforme.

Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Camisa usada pelo Atlético nos primeiros jogo de 2017 não tem listras nas costas

Por esse motivo, o Atlético teve de jogar de branco o clássico com o América-MG, mesmo mandante na partida. Como a camisa tem as costas toda branca, a única combinação possível era o Atlético de branco e o América de camisa preta. Para não repetir a situação diante do Tupi, a diretoria atleticana fez uma solicitação à Topper.

Algumas camisas com listras adicionais foram confeccionadas, para que o time da capital pudesse atuar com seu uniforme tradicional diante de sua torcida. Pedido atendido e que caiu nas graças dos atleticanos. Mesmo com uma simples alteração, a camisa que foi bastante criticada no começo no primeiro mês de 2017, recebeu elogios.

No entanto, o modelo utilizado pelo Atlético contra o Tupi não será vendido em lojas. Por um acordo entre o Atlético e a fornecedora, cerca de 3 mil peças das camisas provisórias foram colocadas no mercado, para atender os torcedores, até o lançamento da coleção 2017. A camisa que o Atlético tem usado nos jogos são vendidas somente nas lojas oficiais do clube, por R$ 249,90 cada. Já o modelo utilizado contra o Tupi não deve ser visto novamente em campo.

A expectativa da Topper e do Atlético é que a nova camisa do Atlético seja usada pela primeira vez no duelo com o Sport Boys, da Bolívia, pela segunda rodada da Copa Libertadores, na estreia em Belo Horizonte. Assim, o lançamento da coleção 2017 deve acontecer antes do dia 13 de abril, data do próximo compromisso do Atlético pelo segundo jogo da competição continental.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos