Gol de Rafael Moura nos acréscimos mantém 100% e leva Atlético-MG à semi

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Atlético-MG

    Fred orienta companheiros em campo contra o Tricordiano

    Fred orienta companheiros em campo contra o Tricordiano

O empate com o Tricordiano já seria o suficiente para o Atlético-MG garantir uma das quatro vagas na semifinal. E assim seguia o jogo com o Tricordiano, até os 46 minutos da etapa final, quando Rafael Moura marcou o gol da vitória atleticana, por 2 a 1. Com o resultado, o time alvinegro manteve o 100% de aproveitamento no Campeonato Mineiro e já garantiu pelo menos uma das duas melhores campanhas da primeira fase.

Com 24 pontos, o Atlético só pode ser superado pelo Cruzeiro, que tem 19 pontos e mais quatro jogos por fazer. Entre eles, o clássico, marcado para o dia 1º de abril, no Mineirão. Já o Atlético, com mais três rodadas para fechar a fase inicial do Mineiro, precisa de mais duas vitórias e um empate, para não depender de outros resultados para terminar na liderança.

Fred joga apenas um tempo e deixa o dele

Jogada rápida, movimentação dos homens de frente e conclusão de Fred. Algo bastante treinado durante a semana na Cidade do Galo se repetiu no Estádio Farião. Foi assim que saiu o gol do Atlético, marcado por Fred, o nono dele no Campeonato Mineiro. O camisa 9 ainda teve a chance ampliar, mas chutou fraco, para defesa do goleiro Marcão. Mas Fred não voltou do intervalo. O centroavante recebeu uma pancada no tornozelo esquerdo e foi substituído por Rafael Moura. De acordo com o departamento médico do Atlético, nada que preocupa para os próximos jogos.

Pouco exigido, Giovanni falha no gol do Tricordiano

Bem postado, o Atlético não permitiu que o Tricordiano jogasse no primeiro tempo. As poucas tentativas da equipe de Três Corações sequer ameaçavam o gol defendido por Giovanni. Na etapa final, precisando reagir, o Tricordiano passou a jogar mais no ataque, mas ainda sem exigir muito de Giovanni. Até que Jefferson chutou de muito longe e o goleiro do Atlético errou o tempo de bola, falhando no lance que originou o gol de empate do time do Sul de Minas.

Mandante, Tricordiano vira visitante em Divinópolis

Como o Estádio Elias Arbex, em Três Corações, não tem os laudos para receber jogos dos grandes times de Minas Gerais, o Tricordiano tem rodado o estado nas vezes em que é mandante. Após mandar duas partidas em Muriaé, a direção do Tricordiano optou por Divinópolis para o duelo com o Atlético. No entanto, a cidade localizada na região central do estado é mais próxima de Belo Horizonte, cerca de 120 quilômetros, do que em relação a Três Corações, aproximadamente 220 quilômetros. Resultado disso foi a torcida toda apoiando o Atlético.

Virose tira Robinho do jogo. O sexto em 2017

Artilheiro do último Campeonato Mineiro, Robinho foi o desfalque de última hora do Atlético para o jogo com o Tricordiano. O atacante amanheceu com uma infecção intestinal, como divulgou a assessoria do clube. Assim, o camisa 7 sequer viajou para Divinópolis. Pela sexta vez no ano Robinho ficou fora por ordem médica. O atacante também ficou fora das primeiras cinco partidas de 2017, após receber uma pancada nas costas, no amistoso entre Brasil e Colômbia.

Tricordiano segue sem vencer, mas fora da degola

Atualmente na 10ª colocação do Campeonato Mineiro, o Tricordiano ainda não venceu um jogo sequer em oito rodadas do Campeonato Mineiro. Mesmo assim, o time de Três Corações segue fora da zona do rebaixamento. Após o começo ruim, com derrotas para Uberlândia e Cruzeiro, o Tricordiano empatou cinco vezes, com Tombense, Tupi, Villa Nova, URT, Democrata-GV, até voltar a perder, agora para o Atlético.

FICHA TÉCNICA
TRICORDIANO 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Data: 18/03/2017 (sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Motivo: 8ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Farião, em Divinópolis (MG)
Árbitro: Jeferson Antônio da Costa (MG
Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Wellington Pereira Neto (ambos MG)
Gols: Fred aos 13 minutos do primeiro tempo; Jefferson aos 18 e Rafael Moura aos 46 minutos do segundo tempo

TRICORDIANO
Marcão, Marcelo Tchê (Luis Felipe, aos 10 do 2º), Augusto, Hítalo e Renan Luís; Léo Bartholo, Gianlucas (Gilberto Carrara, aos 35 do 2º), Thiago Araújo e Edu Amparo; Rodriguinho e Lessinho (Jeferson, aos 40 do 1º).
Treinador: Paulo Foiani.

ATLÉTICO-MG
Giovanni, Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias (Clayton, aos 21 do 2º), Danilo (Luan, aos 10 do 2º), Otero e Cazares; Fred (Rafael Moura, no intervalo).
Treinador: Roger Machado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos