Atlético-MG pede afastamento de juiz que apitou Cruzeiro x Uberlândia

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Lucas Uebel/Getty Images

    Atlético-MG pede que Ricardo Marques Ribeiro seja afastado do quadro de arbitragens

    Atlético-MG pede que Ricardo Marques Ribeiro seja afastado do quadro de arbitragens

Na semana do clássico com o Cruzeiro, a diretoria do Atlético-MG resolveu pedir o afastamento do árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que apitou o empate do time celeste com o Uberlândia, em 2 a 2, no Parque do Sabiá, pela nona rodada do Campeonato Mineiro.

A solicitação atleticana aconteceu pelo fato de a diretoria entender que Ricardo Marques Ribeiro está numa fase técnica ruim. Através de um ofício enviado à Federação Mineira de Futebol, o Atlético solicita que o juiz seja retirado do quadro de arbitragens da competição, ficando fora das rodadas decisivas do torneio.

Sem divulgar o documento que enviou à FMF, o Atlético justificou o pedido baseado no "histórico de Ricardo Marques e pela atuação no jogo dessa segunda-feira". No entendimento do comando alvinegro, o árbitro está mal tecnicamente e por isso precisa ficar fora das escalas nas próximas partidas.

Histórico que começou na temporada 2010, quando Ricardo Marques teve uma atuação ruim na semifinal do Mineiro daquele ano, curiosamente também numa partida em que o Atlético não estava envolvido. O árbitro errou em alguns lances contra o Ipatinga, que mesmo prejudicado, conseguiu eliminar o Cruzeiro.

A partir de então, Ricardo Marques Ribeiro ficou alguns anos sem apitar partidas do Atlético, por solicitação da diretoria do clube. Veto que caiu na temporada 2015, à pedido da FMF, já que Ricardo Marques é o único árbitro mineiro que tem o escudo Fifa. Foram seis anos fora da escala em jogos do Atlético, até que Ricardo apitou o duelo com o Tombense, pelo Mineiro do ano passado.

Nesta temporada, Ricardo Marques Ribeiro apitou a goleada do Atlético sobre o América-MG, por 4 a 1, em 19 de fevereiro, no Mineirão. Embora seja um árbitro considerado com histórico ruim pela diretoria, o time alvinegro jamais deixou o campo derrotado nas vezes em que Ricardo Marques esteve no apito. O histórico são seis vitórias e um empate.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos