Suspensão de Rafael Moura pode deixar Atlético-MG sem centroavante na final

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Aos 29 minutos do primeiro tempo do jogo com a URT, o centroavante Rafael Moura recebeu o cartão amarelo por dar um carrinho no zagueiro Rodolfo. O lance, no campo de ataque do Atlético-MG, pode deixar a equipe alvinegra sem nenhum centroavante para o primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro.

Como Rafael Moura estava pendurado, o técnico Roger Machado não vai poder contar com o camisa 13, autor de dois dos quatro gols que o Atlético marcou nos confrontos com a URT. Para complicar a situação, Fred também está punido e não pode jogar a primeira partida da final.

Expulso no clássico com o Cruzeiro, pela primeira fase do Estadual, Fred foi punido com quatro jogos pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG). No entanto, o artilheiro do Campeonato Mineiro tem uma esperança de estar em campo na decisão. Nesta terça-feira o Pleno do TJD-MG vai julgar o recurso do Atlético.

Por enquanto, sem Fred e Rafael Moura, o Atlético pode ter de jogar o primeiro jogo da final do Mineiro com um jogador da base ou até mesmo com um esquema diferente, entrando um meia na vaga do centroavante. Algo que o técnico Roger Machado não pensa neste momento. O foco, por enquanto, é no jogo com o Libertad, pela Libertadores, nesta quarta-feira.

"Vamos ver. Deixa eu fazer o jogo a jogo. Agora a água abaixou um pouco. Vamos fazer o jogo da Libertadores e depois pensar na final".

Se os dois centroavantes do Atlético estão punidos no Campeonato Mineiro, para o torneio continental nenhum é problema para Roger. Ambos estão em condições de jogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos