Atlético-MG ainda não recebeu ingressos do Cruzeiro para final do Mineiro

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Atlético-MG ainda aguarda os ingressos para o primeiro jogo da final, no Mineirão

    Atlético-MG ainda aguarda os ingressos para o primeiro jogo da final, no Mineirão

A bola só vai rolar para a final do Campeonato Mineiro no domingo (30), às 16h. No entanto, nos bastidores, o clima da partida já é bastante quente. Nessa quarta-feira, após a vitória por 2 a 0 sobre o Libertad, pela Copa Libertadores, o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, confirmou que o Independência vai ser o palco do segundo jogo da decisão. O mandatário atleticano ainda garantiu que o jogo vai ser com torcida única, portanto, sem a presença de cruzeirenses.

Algo que gerou revolta imediata entre os torcedores do Cruzeiro, já que neste domingo, no Mineirão, a torcida do Atlético vai ter direito a 10% da carga de ingresso, como determina o Estatuto do Torcedor. No entanto, as entradas que são de direito dos atleticanos ainda não foram enviadas ao clube, como apurou o UOL Esporte. Apesar disso, o Atlético já anuncia o início da venda antecipada dos bilhetes para seus torcedores.

Nem a entrevista de Daniel Nepomuceno afirmando que o clássico da segunda partida final vai ser apenas com atleticanos diminui a confiança do clube de que terá entradas para o duelo no Mineirão. Tanto que o Atlético fez a solicitação dentro do prazo determinado por lei (72 horas antes da partida) e aguarda a conta para que seja depositado o dinheiro da compra das entradas.

O Atlético vai pagar R$ 350 mil por 5.700 ingressos, correspondente a 10% da carga total disponibilizada para esta decisão. E para atrair o máximo de torcedores possíveis, o clube alvinegro vai bancar parte das entradas. O ingresso mais caro custa R$ 120 a inteira, mas vai ser vendido aos atleticanos por R$ 80.

Cruzeiro multado em R$ 50 mil por final da Copa do Brasil

Em 2014, a final da Copa do Brasil teve o duelo dos maiores clubes de Minas Gerais. Após vencer o primeiro jogo por 2 a 0, no Independência, o Atlético solicitou a carga de 6.217 ingressos para o jogo de volta, no Mineirão. O pedido atleticano foi baseado na capacidade total do Gigante da Pampulha. Sem ter torcida no jogo da ida, por decisão do próprio clube, o Cruzeiro não queria ceder ingressos para o Atlético para a grande final.

Após determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), de que o Cruzeiro tinha de ceder 10% dos ingressos ao Atlético, o clube celeste topou liberar apenas 2.736 bilhetes, do setor roxo, alegando que já havia vendido entradas de outros setores para a própria torcida, antes de o Atlético solicitar sua parte. Por fim, por determinação da Polícia Militar, apenas 1.854 atleticanos puderam comprar ingressos para o jogo, que confirmou a conquista do Atlético, após nova vitória, dessa vez por 1 a 0.

Por causa de todo incidente na venda de ingressos para a torcida rival, o Cruzeiro foi julgado pelo STJD e multado em R$ 50 mil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos