Após 16 anos, Cruzeiro volta a amargar três temporadas sem título estadual

Enrico Bruno, Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Com a derrota por 2 a 1 para o rival Atlético-MG, neste domingo, no Independência, o Cruzeiro vai passar mais um ano sem comemorar o título do estadual. Depois de parar na semifinal por duas vezes, o clube voltou a decidir a hegemonia do estado, mas não conseguiu coroar o bom início de ano com a taça. Esta é a primeira vez desde a temporada 2001 que a equipe alcança o jejum negativo de três anos sem o título mineiro. Galo (2015 e 2017) e Coelho (2016) dividiram o topo.

Depois do tricampeonato de 1998, o Cruzeiro só chegou a uma decisão nos três anos seguintes, mas não venceu e começou o novo século sem o título mineiro. O Atlético fez a dobradinha em 1999 e 2000 e o América levantou o troféu em 2001. Aquela havia sido a última vez que Minas Gerais não teve a Raposa como campeã por três anos seguintes, feito que se repete neste domingo.

Com o vice campeonato, o Cruzeiro mal terá tempo para digerir a derrota e já precisa mudar a ficha para outras competições. No próximo final de semana, a equipe estreia no Brasileirão contra o São Paulo. Depois de duas temporadas brigando para não cair, Mano Menezes tem como objetivo de pelo menos retornar com a equipe à disputa de uma Copa Libertadores. Além disso, o time ainda segue vivo nos torneios de mata-mata da Copa do Brasil e Sul-Americana.

Além do vice estadual a derrota para o Atlético ainda decretou o fim de oito jogos de invencibilidade celeste. A última derrota para o rival aconteceu na semifinal mineira de 2015, há mais de dois anos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos