Derrota para o Villa Nova não vai mudar o planejamento do Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Oswaldo de Oliveira diz que vai manter planejamento de alterar entre titulares e reservas

    Oswaldo de Oliveira diz que vai manter planejamento de alterar entre titulares e reservas

Assim que a partida com o Villa Nova terminou, os torcedores do Atlético-MG presentes no Estádio Castor Cifuentes pediram pela presença da equipe titular nos jogos do Campeonato Mineiro. A derrota para a equipe de Nova Lima, por 1 a 0, assim como a estreia com o Boa Esporte, em Varginha, o técnico Oswaldo de Oliveira escalou os reservas, segundo o planejamento traçado. Planejamento que será mantido para o duelo deste domingo, com o Patrocinense.

"Temos um planejamento a seguir. Precisamos de um certo tempo para condicionar todos os jogadores. Vamos seguir esse planejamento, nossa ideia é seguir até a Copa do Brasil (O Atlético estreia dia 7/2). Faltam duas partidas e no domingo vamos seguir jogando com duas equipes, então vamos os titulares. Depois não vamos ter jogos, então vamos organizar qualquer outra situação", explicou o treinador, deixando em aberto a possibilidade de usar os titulares ou alguns deles contra a URT, pela quinta rodada.

Já sobre a derrota para o Villa Nova, a primeira do Atlético em 2018, Oswaldo Oliveira classificou a partida como muito difícil e destacou a insistência da sua equipe em busca do gol de empate.

"Foi um jogo muito difícil de ser jogado. As condições foram diferentes do que temos encontrados em outros lugares. O adversário jogou no contra-ataque, como era esperado. Após o gol de pênalti nós continuamos insistindo, tentamos de todas as formos e não conseguimos fazer o gol de empate. Foi um jogo difícil, pelo campo e pelas circunstâncias que tínhamos aqui", analisou Oswaldo, que reconheceu a melhor do Atlético após a entradas dos jogadores da base.

Quando a partida já estava 1 a 0 para o Villa Nova, o treinador mandou a campo os jovens Marco Túlio, Bruno Roberto e Alerrandro. As mudanças fizeram bem ao Galo, que chegou mais vezes e criou boas oportunidades.

"Tínhamos que alternar as jogadas entre bola longa e bola pelo chão. Com as entradas dos meninos, descansados, com a equipe do Villa já cansada, conseguimos criar oportunidades melhores. Mas isso era uma situação prevista. Até acho que o Boa foi melhor, foi mais incisivo do que o Villa. Mas em Varginha, pelo campo melhor, também fomos melhores e criamos mais oportunidades", completou o treinador atleticano.

Com a derrota o Atlético fechou a terceira rodada do Campeonato Mineiro em quinto lugar. O próximo compromisso é com o Patrocinense, neste domingo, às 17h, no Independência. Como já antecipou Oswaldo de Oliveira, o Galo vai jogar com os titulares.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos