Interino do Atlético-MG não trata o clássico como chance de efetivação

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    Thiago Larghi, interino do Atlético-MG, deve repetir o time para o clássico com o Cruzeiro

    Thiago Larghi, interino do Atlético-MG, deve repetir o time para o clássico com o Cruzeiro

Thiago Larghi está perto de completar um mês como técnico interino do Atlético-MG. Desde que assumiu a função, no começo de fevereiro, o ainda auxiliar técnico fixo do clube comandou o time em cinco oportunidades, com três vitórias, um empate e uma derrota. Neste domingo, às 11h, no Independência, o maior desafio. O clássico com o Cruzeiro, válido pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro.

O crescimento do time desde que Larghi virou o treinador interino é notório. Com resultados e também desempenho. Porém, a efetivação é algo que nem sequer é cogitado pelo profissional, que mantém o discurso de ajudar o clube, seja em qual função for. E não vai ser um triunfo sobre o maior rival que vai mudar a posição de Larghi.

"Sempre penso no momento. Ainda é para ajudar o clube a conseguir os três pontos que precisamos neste Campeonato Mineiro. O foco ainda é muito no presente, não faço qualquer tipo de projeção", comentou o treinador interino, que por outro lado não escondeu a satisfação com os dias no comando técnico do Atlético.

"Posso disse que eu estou gostando sim, pois estudei para isso. Também joguei futebol, vivenciei o vestiário por muitos anos. Então é um prazer gerir um grupo, ainda mais um grupo com tanta qualidade como é o do Atlético. É claro que tem suas dificuldades o trabalho, mas é uma honra estar aqui".

Treinos fechados e time mantido

As duas atividades do Atlético antes do confronto com o Cruzeiro são fechadas para a imprensa. Nesta sexta-feira, entrevistas coletivas antes do treino, para que jogadores comissão técnica tenham mais privacidade. Neste sábado, nem acesso ao CT os jornalistas vão ter. Oportunidade para trabalhar um pouco mais, porém sem nenhum mistério na escalação.

A tendência é que o Galo tenha a mesma formação inicial usada nos três triunfos sob o comando de Thiago Larghi, contra América-MG, Botafogo-PB e Figueirense.

"Vamos ver a recuperação dos jogadores, então apenas no treino de amanho que vamos ter uma definição. Mas a tendência é que o trabalho seja mantido", informou Thiago Larghi.

Assim, o Atlético para enfrentar o Cruzeiro deve começar o clássico com Victor, Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias e Otero; Erik, Róger Guedes e Ricardo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos