Campanha do Atlético-MG já é a pior no atual formato do Campeonato Mineiro

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Derrota para o Cruzeiro faz Atlético-MG ter sua pior campanha no atual formato do Mineiro

    Derrota para o Cruzeiro faz Atlético-MG ter sua pior campanha no atual formato do Mineiro

A primeira fase do Campeonato Mineiro ainda não acabou. Faltam duas rodadas para o encerramento desta etapa. Embora o Atlético-MG ainda não esteja classificado, o clube alvinegro já atingiu uma marca nesta edição, ao ser derrotado pelo Cruzeiro. Uma marca negativa. A campanha de 2018 já é a pior do time atleticano desde o Estadual adotou a fórmula atual, em 2004.

Na quarta colocaçã no Mineiro, o Atlético soma 12 pontos, com três vitórias, três empates e três derrotas. São 11 gols marcados e sete sofridos. Se o aproveitamento for de 100% nas rodadas finais, o clube alvinegro vai terminar a primeira fase com 18 pontos. Desempenho inferior a 2005, quando a equipe comandada por Procópio  Cardozo terminou a fase inicial do Mineiro com 19 pontos, na quarta colocação. Naquele ano, o Galo caiu na semifinal, eliminado pelo Cruzeiro, que foi o primeiro colocado.

Passadas nove rodadas, o Galo não tem 50% de aproveitamento. A diferença de pontos para os principais rivais deixa claro como a equipe alvinegra faz uma campanha muito abaixo neste Mineiro. São cinco pontos atrás do América-MG, o segundo colocado, e incríveis 13 pontos de diferença para o Cruzeiro, o líder da competição, em 27 pontos disputados. Desde a mudança da fórmula de disputa, em 2004, jamais a diferença entre os dois maiores clubes de Belo Horizonte a distância havia sido tão grande como agora.

E o que deixa o torcedor do Atlético ainda mais preocupado após a derrota para o Cruzeiro, é o futebol muito ruim apresentado, mais uma vez. Apesar de atuar por mais de 40 minutos com um jogador a mais, o time alvinegro não conseguiu fazer o goleiro adversário trabalhar. As duas boas defesas de Fábio aconteceram antes do vermelho de Edílson.

Com desempenho inferior ao time de 2005, ano que o Atlético foi rebaixado no Campeonato Brasileiro, as duas últimas rodadas do Estadual vão ser disputadas com o que o clube tem de melhor. A meta é conseguir terminar a primeira fase entre os quatro melhores colocados, para então garantir vantagem nas quartas de final.

"Estamos focados para usar força máxima nesses jogos que faltam. Precisamos desses pontos. É interessante classificar melhor", informou Thiago Larghi, técnico interino do Atlético.

Os quatro melhores colocados disputam o jogo único da próxima fase dentro de casa. Sem nenhuma outra vantagem. Em caso de empate, a decisão vai para a disputa de pênaltis. Por enquanto, apenas Cruzeiro e América já estão classificados. O Atlético precisa de pelo menos mais uma vitória para avançar de fase e dois triunfos para ficar entre os quatro melhores, garantindo assim a vantagem nas quartas de final.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos