Auxiliar é afastado ainda no estádio após erro em jogo do Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Auxiliar Leonardo Henrique Vieria (primeiro da esquerda para a direita) foi afastado por erro em Uberlândia x Atlético-MG

    Auxiliar Leonardo Henrique Vieria (primeiro da esquerda para a direita) foi afastado por erro em Uberlândia x Atlético-MG

Pelo menos para o auxiliar Leonardo Henrique Vieira o Campeonato Mineiro acabou. O bandeirinha trabalhou no triunfo do Atlético-MG sobre o Uberlândia, no Parque do Sabiá, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro. Porém, um erro grave, logo aos nove minutos de jogos, tirou o auxiliar da última rodada e da fase final da competição. O Uberlândia fez 1 a 0, com Daniel Pereira, mas um impedimento mal marcado anulou o gol.

O presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Mineira de Futebol (FMF), Giuliano Bozzano, estava no Parque do Sabiá. Ainda no estádio, logo após o término da partida, ele comunicou o afastamento de Leonardo Henrique Viera.

"Tivemos um lance bastante importante no jogo entre Uberlândia e Atlético. O assistente acabou se equivocando na anulação do gol do Uberlândia. Todo mundo já conhece o estilo da comissão. Estamos há quatro anos e agimos com muita serenidade nos lances, assim como o árbitro tem que ter serenidade em campo. Quando é necessário, a comissão dá o suporte aos árbitros, mas neste caso não há como tomar outra posição a não ser o afastamento do assistente até o final do campeonato em virtude da complexidade do lance, que não é tão alta, e da importância do lance", disse em entrevista à Rádio Itatiaia.

O árbitro da partida foi Wanderson Alves de Souza, alvo de reclamação do Atlético três dias antes do confronto com o Uberlândia. O juiz da partida no Triângulo Mineiro foi o quarto árbitro do clássico com o Cruzeiro. Na segunda-feira, Giuliano Bozzano recebeu Alexandre Gallo, diretor de futebol do Atlético, que foi reclamar da arbitragem.

Entre as queixas do clube alvinegro estava o desempenho do quarto árbitro, que segundo a diretoria atleticana, deixou de ajudar o árbitro Cleisson Veloso Pereira em algumas oportunidades. Bozzano aproveitou a oportunidade para explicar o motivo de Wanderson Alves de Souza apitar o jogo do Atlético logo após a reclamação do clube.

"O árbitro foi escalado antes da visita do Atlético. No momento que fiz a escala, não existia nenhuma reclamação do Atlético. Quando teve a reclamação, a escala já estava feita e por disposição legal não havia tempo para a mudança", completou Giuliano Bozzano, que isentou o juiz do erro que anulou o gol legal do Uberlândia. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos